ITAPETINGA: ASSESSOR GRAVA CONVERSA DO PREFEITO E REPASSA PARA OPOSIÇÃO

Tanto o prefeito Zé Carlos, quanto o Procurador Hildérico Nogueira, aparecem nas gravações clandestinas entregues à oposição.

ITAPETINGA: Um conhecido assessor da prefeitura de Itapetinga, que tem o hábito de gravar clandestinamente conversas dos desafetos do prefeito, e até de correligionários, meteu os pés pelas mãos e gravou, sem autorização, conversas sigilosos de Zé Carlos, do secretário da fazenda, Ricardo Dutra, do procurador Hildérico Nogueira, de um vereador da base e até da primeira dama, cujo teor das conversas acabou caindo nas mãos de políticos da oposição.

O Sudoeste Hoje teve acesso às gravações, mas ainda não foi autorizado a divulgar, por razões estratégicas da oposição, que pensa em utilizar as conversas altamente comprometedoras, nas eleições municipais. Nas conversas, Zé Carlos fala sobre as demissões do seu irmão Zenóbio, do contador Israel Miranda e de outro assessor.

Há também, nas gravações, fragmentos de conversas da primeira dama Cida Moura com mulheres supostamente beneficiárias do programa Minha Casa Minha Vida, na presença da secretária Verônica Rodrigues, que não diz nada nas gravações, mas tem seu nome mencionado por Cida Moura.

São várias conversas gravadas em locais diferentes, com alto teor de combustão, capaz de abalar as estruturas do PT em Itapetinga. Com tantas gravações ‘cabeludas’, a situação do Araponga municipal deverá ficar bem complicada e pode até determinar o seu afastamento sumário, do cargo que ocupa, se o prefeito Zé Carlos tiver juízo.

Nas eleições municipais, o referido assessor quase perde o cargo, por assediar uma funcionária da prefeitura no posto médico de Palmares e uma estagiária do setor de comunicação, tentando levá-la à força para um motel. Os dois casos são do conhecimento do prefeito, mas foram abafados.

Aguardem mais novidades…

Por Davi Ferraz

Homem tem frustração sexual, corta pênis e joga no lixo

penis-cortado-2

Um homem foi abandonado pela namorada por causa do desempenho sexual, na Macedônia, na Grécia, e desapontado cortou o próprio pênis e jogou no lixo. De acordo com matéria do Mirror, publicada pelo site Extra Notícias, Oliver Ilic, de 22 anos, contou que o tamanho do pênis foi o motivo da separação. Ele chamou os médicos porque não parava de sangrar.

Ainda de acordo com a publicação o homem disse que o órgão era inútil e por isso ele decidiu cortá-lo. A polícia revistou casa de Oliver e descobriu o órgão amputado em uma lixeira, após ter sido cortado com um único golpe de uma lâmina de barbear.

O pênis foi levado para o hospital, e Oliver transferido para outra unidade onde havia um médico qualificado. Os cirurgiões conseguiram recolocar o pênis depois de uma cirurgia de cinco horas, mas eles afirmaram que ainda era muito cedo para saber se a operação será um sucesso, e se o órgão do homem voltará a funcionar normalmente.

ATÉ NAS CONSIDERAÇÕES FINAIS, AÉCIO FOI MELHOR.

CNBB recomenda não reeleger Dilma

Quando acontece essa usurpação ou manipulação é dever da Igreja intervir convidando a não votar em partido ou candidato que torne perigosa a liberdade religiosa e de consciência ou desrespeito à vida humana e aos valores da família

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini (Crédito: Reprodução)

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou uma carta na última segunda-feira na qual pede que os fiéis não votem na candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff.
Leia a carta na íntegra:“Dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus

“Com esta frase Jesus definiu bem a autonomia e o respeito, que deve haver entre a política (César) e a religião (Deus). Por isto a Igreja não se posiciona nem faz campanha a favor de nenhum partido ou candidato, mas faz parte da sua missão zelar para que o que é de “Deus” não seja manipulado ou usurpado por “César” e vice-versa.

“Quando acontece essa usurpação ou manipulação é dever da Igreja intervir convidando a não votar em partido ou candidato que torne perigosa a liberdade religiosa e de consciência ou desrespeito à vida humana e aos valores da família, pois tudo isso é de Deus e não de César. Vice-versa extrapola da missão da Igreja querer dominar ou substituir-se ao estado, pois neste caso ela estaria usurpando o que é de César e não de Deus.

“Já na campanha eleitoral de 1996, denunciei um candidato que ofendeu pública e comprovadamente a Igreja, pois esta atitude foi uma usurpação por parte de César daquilo que é de Deus, ou seja o respeito à liberdade religiosa.

“Na atual conjuntura política o Partido dos Trabalhadores (PT) através de seu IIIº e IVº Congressos Nacionais (2007 e 2010 respectivamente), ratificando o 3º Plano Nacional de Direitos Humanos (PNDH3) através da punição dos deputados Luiz Bassuma e Henrique Afonso, por serem defensores da vida, se posicionou pública e abertamente a favor da legalização do aborto, contra os valores da família e contra a liberdade de consciência.

“Na condição de Bispo Diocesano, como responsável pela defesa da fé, da moral e dos princípios fundamentais da lei natural que – por serem naturais procedem do próprio Deus e por isso atingem a todos os homens -, denunciamos e condenamos como contrárias às leis de Deus todas as formas de atentado contra a vida, dom de Deus,como o suicídio, o homicídio assim como o aborto pelo qual, criminosa e covardemente, tira-se a vida de um ser humano, completamente incapaz de se defender. A liberação do aborto que vem sendo discutida e aprovada por alguns políticos não pode ser aceita por quem se diz cristão ou católico. Já afirmamos muitas vezes e agora repetimos: não temos partido político, mas não podemos deixar de condenar a legalização do aborto. (confira-se Ex. 20,13; MT 5,21).

“Isto posto, recomendamos a todos verdadeiros cristãos e verdadeiros católicos a que não dêem seu voto à Senhora Dilma Rousseff e demais candidatos que aprovam tais “liberações”, independentemente do partido a que pertençam.

“Evangelizar é nossa responsabilidade, o que implica anunciar a verdade e denunciar o erro, procurando, dentro desses princípios, o melhor para o Brasil e nossos irmãos brasileiros e não é contrariando o Evangelho que podemos contar com as bênçãos de Deus e proteção de nossa Mãe e Padroeira, a Imaculada Conceição.

Dom Luiz Gonzaga Bergonzini

 

 

Iguaí: Justiça nega habeas corpus a advogado preso por roubo a bancos


Quadrilha foi presa em fazenda de advogado


A Justiça baiana negou o habeas corpus solicitado pela defesa do advogado Mateus Souza Porto, preso no início deste mês pela Polícia Civil de Itapetinga acusado de fazer parte de uma quadrilha de roubo a banco.

De acordo com o site Políticos do Sul da Bahia, o jurista, que prestava serviço à prefeitura de Iguaí e é bastante conhecido na microrregião, foi transferido nessa sexta-feira (24) de Itapetinga para o presídio de Eunápolis.

O bando foi preso na fazenda do advogado, onde foram apreendidas pela polícia armas, coletes antibalísticos e farta munição para diversos calibres.

Movimento Pró-Aécio vai balançar Itapetinga sábado a partir das 16 horas

Neste sábado a partir das 16:00 horas, partidos de oposição estarão realizando um grande “Ato Pro-Aécio” no município de Itapetinga, onde grandes lideranças políticas estarão também, expressando o grande sentimento de mudança e fortalecendo o apoio ao Presidenciável Aécio Neves.

O ex-prefeito e médico José Otávio, ex-prefeito e ex-deputado estadual Michel Hagge, ex-deputado e médico dr. Arnaldo Texeira, o Grupo Pró-Cidadania, os vereadores João de Deus, Naara Duarte, Fabiano Bahia e Tarugão, estão juntos para ajudar a Mudar o Brasil.

Presidentes de partidos, lideranças de bairros, comerciantes, empresários e a comunidade em geral, vão está participando desse grande movimento.

Compareça e Participe!

Ato pro Aécio

Arte: André Nunes

Por Eliomar Barreira

 

“A eleição é cabeça a cabeça”, diz o senador eleito Antonio Anastasia

'As pesquisas no primeiro turno foram um fiasco', avalia Anastasia (Paulo Filgueiras/EM/D.A Press)

Coordenador em Minas da campanha do candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, o senador eleito Antonio Anastasia (PSDB) acredita que o tucano vencerá a disputa neste domingo. “As pesquisas no primeiro turno foram um fiasco em termos de confiabilidade. Então há dúvida quanto às pesquisas. O meu sentimento é que a eleição é cabeça a cabeça”, diz ele. Para Anastasia, a candidatura de Aécio conseguiu algo que não se viu em nenhuma outra disputa pelo PSDB nos últimos 20 anos: “Percebemos essa onda de repúdio ao PT, de exaustão ao modelo petista que se disseminou pelo Brasil afora. Isso é muito positivo para a democracia e positivo também para mostrar que não existe no Brasil, como eles querem, o monopólio do lado certo, ao contrário, temos milhões de militantes nas ruas pela primeira vez”.

O país deverá sair bem dividido nas urnas. Nunca se viu uma disputa tão acirrada. Ganhe quem ganhar, deverá ser uma distância pequena. Isso dará legitimidade para reformas profundas?
No caso do Aécio dará sim, porque, se eleito, a primeira coisa que ele vai sepultar é esse discurso abusivo do PT do “nós contra eles”. Isso não existe. O PT cria isso com objetivo de dividir o país. Aquela teoria maquiavélica antiga de dividir para governar. Isso é um absurdo. Então, ele, pela capacidade de consenso que tem, fará duas reformas hemorrágicas fundamentais. A política e a tributária. E ele sempre defende a tese de que essas reformas, por sua dimensão e envergadura, têm de ser apresentadas e discutidas no início do governo, quando tem mais capacidade de articulação. Ele é um hábil negociador congressual.

Jornal argentino define tucano como preferido

São Paulo – O centenário jornal argentino La Nación defendeu nessa quinta-feira, em editorial, Aécio Neves como o melhor nome para ocupar a Presidência do Brasil. A vitória do candidato do PSDB nesta eleição representaria uma “alternativa” contra “as tendências

populistas na América Latina”, bem como o estabelecimento de bases para um “modelo sustentado na iniciativa privada” a ser seguido na região. Na visão do jornal, Aécio se propõe a libertar a economia nacional do “peso do setor público”, que, cada vez mais, interfere no mercado por meio de subsídios e das empresas estatais.

Contra o “sofrimento” impingido à população brasileira pelo atual governo, como consequência de uma “má práxis populista”, o La Nación defende as propostas do candidato tucano como as mais “saudáveis” para o Brasil e região pelas bandeiras que levanta, sobretudo as da “liberdade de expressão e limitação republicana do poder público”.

É preciso, segundo consta, abandonar a agenda ideológica do PT por uma diplomacia mais pragmática, que “multiplique os acordos comerciais”. O jornal destaca que Aécio propõe a recomposição de vínculo com os EUA, avançando comercialmente em direção à União Europeia, com ideia ainda de modificar cláusula do Tratado de Assunção para liberar o comércio bilateral e não via bloco, como o Mercosul. Contra Dilma Rousseff, o La Nación lembra a “mancha” causada na biografia da candidata à reeleição com os escândalos da Petrobras. A favor de Aécio, a “lição” a ser adquirida com a alternância.

País viverá 30 minutos de tensão antes da divulgação do resultado da eleição

Foto nova sede do TSE janeiro de 2012.

Enquanto 142,8 milhões de eleitores brasileiros aguardarão o anúncio oficial de quem será o próximo presidente da República no período entre 2015 e 2018, um seleto grupo de funcionários e técnicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ficará sabendo com pelo menos meia hora de antecedência quem venceu as eleições: Aécio Neves (PSDB) ou Dilma Rousseff (PT). Se tudo correr bem, a Justiça Eleitoral prevê que às 19h30 já terá totalizado a apuração em 25 estados e no Distrito Federal. Mas não vai poder divulgar os números, porque, nesse horário, os 506.724 eleitores do Acre ainda estarão votando.

Isso acontece porque o fuso do Acre é de duas horas a menos em relação ao horário de Brasília – adotado como oficial do país –, e, com o horário de verão, a diferença subiu para três horas. Ou seja, quando a apuração estiver encerrada, no Acre serão 16h30, 30 minutos antes do prazo final para a votação. Pela legislação em vigor, o TSE só pode divulgar o resultado, ainda que parcial, depois de encerrada a votação em todo o país. A expectativa é de que às 20 horas seja anunciado o novo presidente, já que, em razão do pequeno eleitorado do Acre – 0,355% do total nacional –, estima-se que os números de lá não influenciarão no resultado.  :: LEIA MAIS »

536 professores da USP ganham mais do que governador

Na USP (Universidade de São Paulo), 536 professores e 3 funcionários ainda recebem mais do que o teto constitucional paulista, limitado pelo salário do governador (hoje em R$ 20.662). O total representa cerca de 8,7% do quadro de docentes. Neste ano, salários acima desse limite na instituição foram contestados pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) duas vezes.

Desde 2013, a USP vive sua maior crise financeira. A universidade afirma que cumpre o limite legal desde 2012. O TCE, porém, ainda não julgou as contas deste ano e dos anos seguintes. A USP justifica os atuais salários acima do teto com uma emenda constitucional de 2003, que regulamentou como gratificações devem ser incorporadas aos salários no funcionalismo público.

Internamente, a reitoria decidiu que as gratificações incorporadas aos salários antes de 2003, quando ainda não havia essa regulamentação, devem ser retiradas do cálculo do teto, por serem direito adquirido. Isso faz os 539 servidores, na maioria antigos, ganharem mais do que o governador Geraldo Alckmin (PSDB). No mês passado, a universidade havia definido que acúmulos remunerados e horas extras devem ser levados em consideração para definir o teto. Com isso, outros 320 servidores tiveram os salários cortados, o que rendeu economia de R$ 6 milhões anuais. As gratificações incorporadas após 2003 também entram no cálculo do teto. :: LEIA MAIS »

outubro 2014
D S T Q Q S S
« set    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia