O Instituto Vox Populi mediu em pesquisa os índices de aprovação dos governos dos maiores estados do país. Segundo o levantamento, o governador da Bahia, Jaques Wagner (PT), teve avaliação regular de 44% dos entrevistados; 28% considera positiva, enquanto 24% apontaram como boa. E apenas 4% consideraram ótima a administração do petista. Para 16% dos entrevistados, ela é péssima; o índice dos que a avaliam como ruim é de 8%.

À frente de Wagner, ficou o pernambucano Eduardo Campos (PSB), aprovado por 50% dos entrevistados, somando-se os índices de “bom” (37%) e “ótimo” (13%). Outros 36% consideram regular a administração do presidenciável do PSB. Para 6%, ela é ruim; 8% acham a gestão de Campos péssima.

O paulista Geraldo Alckmin (PSDB) teve a gestão aprovada por 28%, mas apenas 4%  consideram ótima, enquanto os que  acham ruim e péssima foram, respectivamente, 15% e 17% do universo da pesquisa em São Paulo. Já o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), continua com índices positivos muito baixos em relação a sua gestão: 2% de ótimo e 10% de bom.