banner-130
engen22
mineraz
gerado por GADWP 

:: jan/2014

Criança de 3 anos é agredida a golpes de facão por não querer tomar café

Um contraste trágico. Uma agressão hedionda por um motivo banal chocou moradores da cidade de Jaguaquara na última quinta-feira (23). Uma criança de 3 anos do sexo feminino, foi agredida por golpes de facão pelo padrasto, por ter se recusado a tomar café. O fato aconteceu na cidade de Jaguaquara no sudoeste baiano.

O padrasto da vítima identificado como Renildo Plácido Reis, 23 anos, após o crime levou a criança para ser atendida no hospital da cidade e alegou que ela tivesse caído no povoado de Rio do Antonio, mesmo local onde ocorreu o fato, mas após os médicos identificarem o tipo ferimento na cabeça da criança, constatando que foi causado por arma branca acionaram a polícia. Preso na delegacia da cidade Renildo confessou o crime.

De acordo com informações de funcionários do hospital, publicadas no site, a criança levou vários pontos em três cortes na cabeça e foi liberada após atendimento médico. Por recomendação do Conselho Tutelar, a menina foi abrigada provisoriamente em uma casa de acolhimento para crianças e adolescentes, até que a Justiça decida pela guarda, pois a mãe ainda não apareceu.

Assista: padre canta “Show das Poderosas” com direito a performance

O vídeo em que o padre Hewerton di Castro canta uma paródia da música show das poderosas, da cantora Anitta, em uma cerimônia de formandos do curso de bacharel em direito, da Universidade Católica de Pernambuco causou grande repercussão nas redes sociais.

Os estudantes manifestaram apoio a ele por meio de carta aberta postada no Facebook. Frequentadores da capela de Santo Antônio, Vila Tamandaré Recife, Pernambuco, onde Hewerton é conhecido por lotar missas, também expressaram surpresa às críticas e reforçaram o carisma dele. Apesar de não se pronunciar oficialmente, a Arquidiocese de Olinda e Recife não penalizou Hewerton, que cumpre a agenda de celebrações normalmente.Conforme publicação do site em.com.br.

Após ser apresentado pelo mestre de cerimônia, o padre ironiza com a pompa do anúncio da sua entrada. Assista ao vídeo:

 

Mulher é espancada pelo marido até a morte após chamá-lo de ‘corno’

Uma mulher de 34 anos foi espancada até a morte pelo marido, nessa segunda-feira (20), em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. Segundo o suspeito, ele matou a mulher após ser chamado de corno por ela.
De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu na casa do casal, na rua Eurico Adelino Mendes, no bairro São Jorge, na parte da manhã. Os militares foram acionados pelos vizinhos, que escutaram os gritos de socorro de Sidilene Alves Santos.
Quando os policiais chegaram, o imóvel estava todo fechado e, como ninguém atendeu, eles tiveram que pular o muro e abrir a porta da sala. Nesse momento, eles encontraram a vítima todo ensaguentada caída perto do sofá. Sidilene apresentava lesões na cabeça provocadas por um pedaço de pau. Um viatura do Corpo de Bombeiros confirmou o óbito.
Realizando buscas na casa, militares encontraram William Marinho da Fonseca sentado no chão do banheiro. Ele confessou o crime e contou como tudo aconteceu. Segundo o suspeito, ele flagrou mensagens da companheira com uma outra pessoa e deduziu que estivesse sendo traído.
Na versão dele, ao ir tirar satisfações com Sidilene, a mulher disse que conversava e saía com quem quisesse, além de ter dito que o homem era corno. Além disso, a vítima teria agredido o suspeito no quarto do casal.
Revoltado com a situação, Fonseca pegou um pedaço de pau e desferiu vários golpes contra a mulher. Para os policiais ele disse que só parou quando viu que ela estava imóvel.
O homem foi preso e encaminhado à delegacia da cidade. O velório e sepultamento da dona de casa acontece nesta terça-feira (21). Sidilene deixa uma filha de 13 anos de um relacionamento anterior.

Vídeo: Ronaldinho Gaúcho solta a voz em clipe de Edcity na favela

Acaba de ser lançado nas redes sociais o mais novo vídeo clipe de Edcity,’Vai na Fé’,que tem a participação do Jogador Ronaldinho Gaúcho. O jogador já disse algumas vezes que se vê trabalhando com música depois de pendurar as chuteiras. E mesmo antes de largar a bola, o craque começa a sua nova carreira.
Depois de compor ‘Minha Nega’, música tocada pela banda carioca ‘Trio Ternura’, o jogador agora mostra sua veia artística na composição de ‘Vai na Fé’, escrita por ele e o amigo Edcity. O clipe da música foi lançado neste sábado (25).

0

Homem morre após transar com jumenta e levar coice nos testículos

Um homem identificado como Cícero Balbino da Nóbrega, 20 anos, que mora na cidade de Patos, no sertão da Paraíba, morreu depois de receber um coice ao tentar fazer sexo com uma jumenta. O coice do animal atingiu Cícero nos testículos e ele teve morte quase que imediata. Conforme a polícia, o fato aconteceu atrás da Igreja Santo Expedito, no bairro Dona Melindra.

O corpo do desempregado foi encontrado por populares.  Ele estava sem camisa e com as calças abaixadas até o joelho, enquanto a jumenta estava amarrada ao seu lado.

A polícia foi acionada e ouviu algumas testemunhas. Elas disseram que Cícero era acostumado a fazer sexo com o animal, cujo nome é ‘mimosa’. A polícia acredita que o animal foi amarrado durante a madrugada, mas no momento do sexo desferiu o coice fatal no desempregado.

Dengue: Secretaria de Saúde da Bahia confirma primeira morte no estado em 2014

dengue123-1024x750

A primeira morte por dengue hemorrágica no estado foi confirmado pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) nesta sexta-feira (24). O óbito aconteceu no último dia 18 de janeiro na cidade de Itabuna, na região sul.

A vítima era moradora do município vizinho de Coaraci e não teve nome e idade divulgado,. Segundo informações do jornal A Tarde, a vítima era uma adolescente, o que ainda não foi confirmado pela Sesab.

Salvador está entre as cidades mais violentas do mundo

Em um levantamento feito pela ONG Conselho Cidadão pela Seguridade Social Pública e Justiça Penal, do México, 11 cidades brasileiras aparecem entre os locais mais violentos do mundo. Segundo dados divulgados pela revista Exame neste final de semana, a cidade hondurenha de San Pedro Sula foi eleita a mais violenta do mundo. Lá, a taxa de homicídio é de 187 por 100 mil habitantes. Depois, vem Caracas, na Venezuela, e Acapulco, no México.
O Brasil ocupa um espaço preocupante no ranking: 11 cidades aparecem nas 30 primeiras posições. Maceió lidera a comissão de frente dos municípios mais violentos. A cidade de Salvador aparece em 13º, com 2,234 mortes registradas em 2013. As outras cidades que aparecem na lista são: Maceió em quinto lugar;  Fortaleza em sétimo lugar; João Pessoa em nono lugar; Natal em 12º; Vitória em 14º; São Luís em 15º; Belém em 23º; Campina Grande em 25º, Goiânia 28º e Cuiabá 29º.

Confira os dados levantados pela ong:

5. Maceió
País: Brasil
Taxa de homicídio: 79.76
Habitantes:  996,733
Total de mortes em 2013: 795
7. Fortaleza
País: Brasil
Taxa de homicídio: 72.81
Habitantes:  3,782,634
Total de mortes em 2013: 2,754
9. João Pessoa
País: Brasil
Taxa de homicídio: 66.92
Habitantes:  769,607
Total de mortes em 2013: 515
12. Natal
País: Brasil
Taxa de homicídio: 57.62
Habitantes:  1,454,264
Total de mortes em 2013: 838
13. Salvador
País: Brasil
Taxa de homicídio: 57.51
Habitantes:  3,884,435
Total de mortes em 2013: 2,234
14. Vitória
País: Brasil
Taxa de homicídio: 57.39
Habitantes:  1,857,616
Total de mortes em 2013: 1,066
15. São Luís
País: Brasil
Taxa de homicídio: 57.04
Habitantes:  1,414,793
Total de mortes em 2013: 807
23. Belém
País: Brasil
Taxa de homicídio: 48.23
Habitantes:  2,141,618
Total de mortes em 2013: 1,033
25. Campina Grande
País: Brasil
Taxa de homicídio: 46.00
Habitantes:  400,002
Total de mortes em 2013: 184
28. Goiânia
País: Brasil
Taxa de homicídio: 44.56
Habitantes:  1,393,575
Total de mortes em 2013: 621
29. Cuiabá
País: Brasil
Taxa de homicídio: 43.95
Habitantes:  832,710
Total de mortes em 2013: 366

Itambé: família acusa hospital de demora em parto; mulher de 22 anos perdeu bebê

hospital

Uma mulher grávida de nove meses perdeu o filho na quinta-feira (23), segundo informações da família, publicadas no portal G1. O caso aconteceu na cidade de Itambé, a 60 km de Vitória da Conquista.

Segundo a família de Simara Santos, de 22 anos, ela deu entrada no Hospital Santa Casa de Misericórdia São Sebastião com contrações pela manhã. Ainda segundo a família, à noite ela ainda não tinha dado à luz.

A família de Simara  acusa o médico e diretor do hospital de não autorizar a transferência dela para Vitória da Conquista já que o hospital de Itambé não realiza cesariana. Insatisfeita com a demora, a família resolveu transferir Simara por meios próprios para o Hospital Esaú Matos, em Vitória da Conquista, mas quando chegou lá o bebê já estava morto.

O diretor do Hospital de Itambé justificou a demora na tomada de decisão e disse que teria condições de fazer o parto de Simara, mas a paciente estava muito nervosa, o que dificultou que o parto acontecesse normalmente.

Com informações do G1

 

Ônibus da Novo Horizonte cai de ponte na BR-116

IMG_8747

Por volta de 5h15 deste domingo (26), um ônibus da empresa Novo Horizonte que trafegava de Floresta Azul, na região Sul da Bahia, com destino a São Paulo, levando mais de 40 passageiros, atravessou a pista, bateu na mureta de proteção da ponte sobre o Rio Gloria, trecho entre Miradouro e Muriaé, em Minas Gerais, e caiu.

De imediato o motorista do ônibus que fazia a mesma linha e vinha atrás parou e entrou no rio para tentar resgatar as pessoas. Segundo ele, assim que chegou ao local viu um bebê sendo levado pelas águas, e buscou ajuda para as outras pessoas.

DSC01602

Bombeiros, ambulâncias de municípios da região e voluntários ajudaram no resgate dos passageiros, que foram levados aos poucos para o hospital São Paulo. A princípio, segundo o motorista, uma das rodas do veículo, que saiu por volta de 10 horas de sábado (25), da rodoviária de Floresta Azul, travou e ele não teve como controlar o veículo.

 

Os Bombeiros mergulharam e entraram no ônibus, resgatando a maioria dos passageiros. Alguns conseguiram sair pelas janelas e buscaram abrigo no pasto, onde alguns passaram mau e tiveram que ser socorridos no local.

A Polícia Rodoviária Federal foi para o local e controlou o trânsito, já que muitas pessoas pararam para ver o que havia acontecido. A Perícia Técnica foi chamada para fazer os trabalhos de praxe e os Bombeiros vão fazer a contagem das pessoas resgatadas para ver se realmente só falta o bebê, que segundo o motorista foi arrastado pela correnteza. Foto e informações: Portal Caparó

Bahia é líder em processos por improbidade de prefeitos

Desviar dinheiro público é crime. Mas muitos prefeitos baianos não estão preocupados com esta situação. Em um levantamento no Ministério Público Federal e Estadual, a Bahia lidera ações de improbidade administrativa. No MPF-BA são 1.073 ações em 267 municípios. No MP-BA são mais 215 processos.

Improbidade administrativa quer dizer o ilícito cometido por agente publico em desrespeito às regras inerentes ao trato da coisa pública, podendo causar enriquecimento. A causa do problema, de acordo com procuradores da república, pode ser o fato de municípios receberam muitas verbas federais.

Dentre os casos mais comuns de improbidade estão o desvio de recursos públicos federais destinados à Saúde e Educação, principalmente do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da educação Básica (Fundeb).

O ritmo para o julgamento das ações ainda anda a passos lentos. Os órgãos reconhecem que ainda há o que melhorar, mas garantem que o Judiciários tem se preocupado em acelerar o ritmo.

Ranking

Dentre os municípios com maior numero de ações no Ministério Público Estadual, Irecê está na frente com 44. Sem eguida, o município de Itaberaba, na Chapada Diamantina possui 33 ações. Na Região Metropolitana de Salvador, Simões Filho aparece na terceira colocação com 30 processos. Os outros são Andaraí com 22; Ribeira do Pombal e Dário Meira com 14 ações, cada; Eunápolis com 12; Cipó e Cícero Dantas, possuem 12 ações de improbidade e Novo Horizonte que encerra a lista com 11.

Já no Ministério Público Federal, a capital baiana lidera absurdamente com 46 ações de improbidade administrativa, seguida de Serra do Ramalho com 29. Ilhéus fecha a lista com 13 ações.

‘Não há fogo no inferno, Adão e Eva não são reais’, diz o Papa Francisco

“Todas as religiões são verdadeiras , porque elas são verdadeiras nos corações de todos aqueles que acreditam neles”, disse o Papa

O artigo “Não há fogo no inferno, Adão e Eva não são reais”, diz Papa Francisco foi retirado de um site espanhol na qual a fonte encontra-se no final do texto. Me surpreende algumas atitudes desse Papa. Não é de hoje que ele gera polemica com suas revelações.  Colocarei os texto do artigo e da minha opinião em cores diferentes para melhor compreensão.

Vatican Pope

Artigo traduzido:

Um homem que está lá para abrir muitos “segredos ” antigos na Igreja Católica é o Papa Francisco. Algumas das crenças que são realizadas na igreja, mas que são contra a natureza amorosa de Deus, estão sendo revistas pelo Papa, que foi recentemente nomeado o ‘ Homem do Ano ‘ pela revista TIME .

Em suas últimas revelações , o Papa Francisco disse :

” Por meio da humildade , da introspecção e contemplação orante ganharam uma nova compreensão de certos dogmas . A igreja já não acredita em um inferno literal , onde as pessoas sofrem . Esta doutrina é incompatível com o amor infinito de Deus. Deus não é um juiz , mas um amigo e um amante da humanidade. Deus nos procura não para condenar, mas para abraçar . Como a história de Adão e Eva , nós vemos o inferno como um artifício literário . O inferno é só uma metáfora da alma exilada (ou isolada), que, como todas as almas em última análise, estão unidos no amor com Deus. “

Em um discurso poderoso que está repercutindo em todo o mundo , o Papa Francisco declarou:

” Todas as religiões são verdadeiras , porque elas são verdadeiras nos corações de todos aqueles que acreditam neles. Que outro tipo existe realmente ? No passado , a igreja a igreja considerava muitas coisas como pecado que hoje já não são julgadas dessa maneira . Como um pai amoroso, nunca condena seus filhos. Nossa igreja é grande o suficiente para heterossexuais e homossexuais , por pró-vida e pró- escolha! Para os conservadores e liberais , até mesmo os comunistas são bem-vindos e se juntaram a nós . Todos nós amando e adorando o mesmo Deus . “Nos últimos seis meses , os cardeais, bispos e teólogos católicos têm debatido na Cidade do Vaticano sobre o futuro da Igreja e da redefinição das doutrinas católicas e seus dogmas.” 

O Terceiro Conselho do Vaticano com o Papa Francisco concluiu anunciando que …

O catolicismo é uma religião agora “moderno e razoável , que passou por mudanças evolutivas. Hora de deixar toda intolerância. Devemos reconhecer que a verdade religiosa evolui e muda . A verdade não é absoluta ou imutável. Mesmo ateus reconhecem o divino. Através de atos de amor e caridade ateu reconhece Deus , bem como, redime a sua alma , tornando-se um participante ativo na redenção da humanidade. “

A declaração sobre o discurso do Papa enviou os tradicionalistas a um ataque de confusão e histeria .

” Deus está mudando e evoluindo como nós somos, porque Deus habita em nós e em nossos corações. Quando espalhar o amor e bondade no mundo , nós reconheceremos nossa divindade . A Bíblia é um livro sagrado bonito, mas como todas as grandes obras antigas , algumas passagens estão desatualizadas. Algumas passagens chamam mesmo para intolerância ou julgamento. É o tempo de ver estes versos como interpolações posteriores , contra a mensagem do amor e da verdade , caso contrário, irradiando através da Escritura chegou. Com base em nossa nova compreensão , vamos começar a ordenar mulheres como cardeais, bispos e sacerdotes. No futuro , é minha esperança de que , um dia , um papa feminino não permita que qualquer porta que está aberta para um homem seja fechada para uma mulher.

Alguns cardeais da Igreja Católica são contra as recentes declarações do Papa Francisco.’

Acredito que se continuar dessa forma logo esse Papa se assumirá Ateu! rs Falando sério, ele já revelou outras opiniões polemicas que a própria igreja logo desmentiu, dizendo não ser essa a verdade. Mas dessa vez será que vamos ter outra retratação ou realmente havará mudanças nos dogmas católicos?

Outro ponto de vista que tenho em relação a declaração dele referente a alguns versos da Biblia não serem literais, causa não só uma mudança de paradigma, mas uma possível descredibilidade da propria história aprensentada ali. Pois quem me garante que Jesus e outros personagens realmente existiram ou não são mais uma alegoria/metáfora como Inferno, Adão e Eva?

TOM RIBEIRO E OSVALDO BISPO NO RITMO DO VERÃO COM JUNINHO TOA A TOA FABIO X E GRUPO REMELEXO

Grupo explode caixa eletrônico localizado ao lado de módulo da PM

Crime aconteceu na madrugada deste sábado em Feira de Santana, na BA.
Equipamento ficou destruído; local já havia sido atingido em dezembro.

 

Grupo explode caixa eletrônico localizado ao lado de módulo da PM (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)Grupo explode caixa eletrônico localizado ao lado de módulo da PM (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)

Um grupo armado explodiu na madrugada deste sábado (25), um caixa eletrônico do Banco do Brasil no centro de Feira de Santana, na Bahia.

Segundo informações da polícia, três homens chegaram em um carro e usaram explosivos na ação. O mesmo caixa já havia sido arrombado em dezembro de 2013. Ao lado dos terminais fica um módulo policial que segundo a Polícia Militar, só funciona até a meia noite. Ainda de acordo com a PM, policiais fazem rondas em viaturas pela região.

De acordo com o Sindicato dos Bancários do Estado da Bahia, desde o início de 2014 foram registrados 12 crimes contra instituições financeiras.

Ataques em 2013
Foram registrados 193 ataques a bancos na Bahia durante o ano de 2013, segundo informações divulgadas no início de janeiro, pelo Sindicato dos Bancários do Estado.

Ainda de acordo com a entidade, as ocorrências são em maior número no interior do estado: 150 casos. O restante das situações foram contabilizadas na capital baiana.

A maioria das ocorrências são na modalidade explosões: 100 registros. Os assaltos somam 38 casos. As tentativas frustradas e os arrombamentos somam 28 e 27 situações, respectivamente.

Grupo explode caixa eletrônico localizado ao lado de módulo da PM (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)Equipamento fica localizado no centro da cidade de Feira de Santana, na Bahia (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)
Grupo explode caixa eletrônico localizado ao lado de módulo da PM (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)
Esse é o segundo ataque ao mesmo equipamento há menos de um mês (Foto: Ed Santos/Acorda Cidade)

Vídeo: homem fica nu para paquerar mulheres na rua

Isso mesmo, depois de vários vídeos ensinando a cantar, pegar telefone e a beijar uma estranha, eis que surge um norueguês peladão para inovar e radicalizar nas abordagens.
O lado interessante fica por conta de como os europeus lidam com a nudez, se comparados a nós brasileiros. Enquanto lá eles encaram de forma bem mais natural e menos maliciosa e agressiva, aqui, no país do carnaval, das danças erotizadas e das popozudas, a nudez é considerada pornografia e perversão. Qualquer roupa mais curta ou uma simples relação homem com mulher é pura malícia para nós, sempre visto com segundas intenções.
Imagina alguém fazendo isso aqui no Brasil?

Animais de estimação e bebês podem conviver sem riscos?

A resposta é sim, e crianças em contato com bichinhos só saem ganhando. Cabe aos pais ter bom senso e tomar alguns cuidados para evitar contratempos

Um bebê de um ano de idade e um doberman brincando em total harmonia. A cena, impensável para muitos pais, fez sucesso na internet. O vídeo postado no Youtube mostra a criança feliz da vida, tentando se aproximar do cachorro e rindo muito toda vez que o bicho late ou rosna. A mãe incentiva a interação entre os dois.

Assista no vídeo abaixo a criança que brinca com o doberman e outros pequenos se divertindo com seus bichos de estimação:

As imagens levantam uma questão importante: como deve ser a relação dos bichos de estimação da família com o bebê que chega? Algumas pessoas decidem se distanciar do assunto e se desfazer do animal. Outras agem como se não fosse haver uma mudança na casa e não chegam a se preocupar com a divisão do espaço entre animal e criança e com os cuidados que a relação exigirá. São extremos, e o melhor caminho é o do meio, segundo especialistas.

“O animal deverá ser acostumado com a futura rotina, com os limites que terá com a chegada do bebê. Sem preparo, ele poderá ficar ansioso e, dependendo do temperamento, traduzir esse sentimento em agressividade contra a família e a criança. Sofrerá e correrá um risco enorme de ser doado ou abandonado”, alerta Alessandra Caprara, veterinária e consultora comportamental.

Além da profissão, ela tem bagagem para falar sobre o assunto: seus filhos, Ian, de 6 anos, e Ana Catarina, de 4, cresceram cercados por cachorros (o vira-lata Wilber, o pastor suíço Luke, a bichón frise-yorkshire Babi – os três já falecidos – e a poodle Linda). Foi no dia a dia que a família encontrou a medida ideal de contato. “Eles levaram várias mordidinhas, justamente por explorar e perseguir os bichos, e eu tinha que afastá-los para eles entenderem que estavam machucando. Um dia o Ian foi mordido, olhou para mim e disse: ‘Ela não queria que eu mexesse nela, né?’. As crianças aprendem limites, a se desculparem, percebem que o medo pode ser bom e que os seres vivos deixam saudades porque nos fizeram felizes.”

O convívio entre crianças e animais de estimação é possível. Especialistas dão dicas para facilitar essa tarefa. Foto: Thinkstock/Getty Images

O equilíbrio, afirma Daniela Ramos, veterinária da clínica Vetmasters e doutora em comportamento animal pela Universidade de São Paulo (USP), traz benefícios para todos. “Para o cão ou o gato, um bebê é mais uma fonte de carinho. A criança, por sua vez, entende melhor conceitos como a rotina, já que o animal tem hora para comer e passear, e fica mais sociável, pois gosta de falar sobre o bichinho”, exemplifica.

Arquivo pessoal

Ian, ainda bebê, e o pastor suíço Luke: crianças da família cresceram cercadas por cachorros

É assim com Bruno, 3 anos, filho da administradora de empresas Paula Iavelberg. “Quando viajamos, ele diz que está com saudades do Cacau”, conta Paula. Cacau é o poodle toy da família, dois anos mais velho que o menino. A relação entre eles foi construída naturalmente, com o cuidado inicial de não deixar o cão pular no bebê ou lamber seus brinquedos e a atenção atual com as brincadeiras de rolar no chão e fazer lutinhas. “Damos muito valor ao espaço de cada um no convívio. O Bruno aprende a respeitar, a cuidar, a expressar carinho.”

A publicitária Mariana Glomb também festeja os benefícios no crescimento de Ana Júlia, 3 anos, ao lado da lhasa apso Aika, hoje com 5: chama as duas de filhas e revela que a menina considera a cadelinha uma irmã. “No começo, evitávamos que elas deitassem no mesmo cobertor, por exemplo, por medo de bactérias. Hoje elas ficam nos mesmos espaços, sem problemas. Algumas passagens beiraram o susto, como uma vez em que a Aika puxou a Ju, ainda bebê, do carrinho para brincar”, lembra. Atualmente, a garota tem mais um bichinho para chamar de seu: um peixe beta. “Ela é responsável por alimentá-lo, ajuda a lavar o aquário. Acho válido a criança entender como o mundo funciona, que os outros têm necessidades também. Ela vai precisar disso no futuro. Que aprenda já!”.

Transmissão de doenças

Diferentemente do que muitos acreditam, um bicho de estimação não é um potencial vetor de doenças para bebês e crianças. “Com as vacinas em dia, ele não representa risco para os moradores da casa”, diz Daniela.

Alessandra ressalta que muitas famílias temem doenças que os animais dificilmente transmitem, como a toxoplasmose. “O cão não faz parte da cadeia de transmissão e o gato é bem injustiçado. Garanto que é mais fácil pegar toxoplasmose em uma folha de alface mal lavada do que pelo gato.”

Medo de alergias e doenças respiratórias também não é desculpa para se desfazer do animal. “Não há uma contraindicação absoluta nesse sentido. Existem estudos que mostram que o contato com cães e gatos desde cedo diminui o surgimento de alergias no futuro e que até a asma tende a diminuir, por causa do ganho emocional desse relacionamento”, explica o pediatra Fábio Picchi Martins. “Havendo higiene e o bom senso de não expor as crianças a animais não treinados, que possam morder ou arranhar, todos só têm a ganhar.”

Os especialistas que falaram à matéria dão dicas para facilitar o convívio entre animal e bebê. Confira:

Arquivo pessoal

Mesmo com alguns sustos pelo caminho, Ana Júlia e a lhasa apso Aika dividem espaço e brincadeiras

Antes do nascimento do bebê

1. Impeça a entrada do animal no quarto do bebê – Assim, ele não associará a restrição de circulação pela casa à chegada do novo membro da família.

2. Habitue o cão a passear com várias pessoas – Nos primeiros meses de vida do bebê, a mãe dificilmente consegue sair com o cão. Acostumando-se com outras pessoas, o animal não se sentirá deixado de lado por causa da criança.

3. Consulte um adestrador ou um especialista em comportamento animal – Se o cão ou o gato for agressivo, suas atitudes devem ser controladas para se adequarem ao lar com uma criança pequena. Como o treinamento pode levar alguns meses, providencie-o o quanto antes.

Do nascimento até os seis meses do bebê

1. Peça para tirarem o animal da casa quando você for voltar da maternidade com o bebê – O cachorro e o gato sentem que seu território está sendo invadido se os pais surgem com um novo ser humano a quem dão muita atenção. O ideal é chegar, acomodar o bebê e só então trazer o animal de volta da casa de parentes, de amigos ou de um hotelzinho.

2. Mantenha o chão de todos os cômodos bem limpo – Cães e gatos soltam pelos (às vezes imperceptíveis) diariamente. Para que o bebê não os aspire e fique livre de alergias, é preciso passar um pano úmido no chão de toda a casa pelo menos uma vez ao dia.

3. Permita que o animal se aproxime aos poucos do bebê – E de preferência depois do terceiro mês. Deixe o cão ou o gato cheirar os pés do bebê, as mãos, a cabeça. Impeça as lambidas nesse começo, já que o boca do animal é repleta de bactérias.

A partir dos seis meses do bebê

1. Oriente a criança quanto aos excessos – Explique que cão e gato não são brinquedos e que não é legal puxar pelo rabo ou enfiar os dedos nos olhos e nas orelhas deles, pois eles podem sentir dor e atacar para se defender. Além disso, o comportamento com o bichinho de casa moldará como ela será com animais de outras pessoas, com os quais é essencial ter limites.

2. Incentive a criança a se aproximar do animal – Ensine-a a dar petiscos para o cachorro e a brincar com varetas ou cordas com o gato. Todos vão se divertir!

3. Inclua o animal nas brincadeiras com o bebê – Jogar um brinquedo alternadamente para o bebê e para o cão ou o gato é uma forma simples de mostrar que todos têm atenção na casa.

4. Mantenha os potes de comida e de água do animal fora do alcance da criança – Se ela alcançar os recipientes, vai querer comer a ração e beber a água, o que não é aconselhável.

5. O animal é de toda a família – Vendo o carinho e os cuidados dos pais com o cão ou o gato, a criança agirá da mesma maneira. O exemplo é um ótimo professor.

Book-Center-Itapetinga
UNOPA-LATERAL
cardioset
expor-flor3
ótica-Itapuã
banner-12
banner--engenharia
ecologicar
mineraz
17022028_1650269021949219_7964221707426653921_n
mais acessadas
gerado por GADWP 


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia