O deputado Paulo Azi (DEM) lamentou a transferência da fábrica JAC Motors da Bahia para o Rio de Janeiro e criticou, nesta quinta-feira, 31, a passividade e o silêncio do governador Jaques Wagner com a notícia divulgada pela imprensa nacional, um ano e oito meses após um automóvel J3 ter sido enterrado numa capsula do tempo para marcar o início das obras da construção da fábrica em Camaçari.

fabrica-jac-motors-na-bahia

“É inacreditável como a Bahia vem perdendo prestígio e investimentos para outros estados brasileiros por conta da ineficiência desse governo”, observou Paulo Azi, lembrando que ao contrário do ACM, que ameaçou romper com então presidente Fernando Henrique Cardoso caso a Ford não fosse implantada na Bahia, “o governador Wagner, que se diz amigo da presidente Dilma e do maior cacique do PT, Lula, perde a JAC Motors para o Rio de Janeiro por absoluta incompetência”.

“O que será feito com o carro enterrado?”, ironizou. Segundo informações veiculadas no Estadão Conteúdo e reproduzidas no Jornal A Tarde, executivos da JAC já estão na China cuidando com a matriz a transferência do projeto para o Rio de Janeiro.