banner-130
atacadao-tinao-170
engen22
beijo-gelado3
expor-flor2
sorveteria-pericles
frigosol170
ecologicar
mineraz
junho 2015
D S T Q Q S S
« mai   jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
generated by GADWP 

:: jun/2015

Mulher joga água fervendo no namorado após descobrir mensagens de outra

agua

Mulher joga água fervendo no namorado após descobrir mensagens de outra

Antes do ataque no hotel, Adam e Magan tiveram uma discussão. O ex-namorado sente dores terríveis no abdômen e virilha

Por ciúmes, Magan Farquhar de 19 anos, jogou água fervendo no namorado que dormia na cama de um hotel de Liverpool, na Inglaterra, após descobrir mensagens de outra mulher no celular do rapaz. A jovem foi presa e deve cumprir pena por 10 meses. De acordo com tribunal da cidade, Adam Stafford experimentou “dores terríveis” no abdômen e na virilha após o ataque.
Após o ocorrido, a inglesa foi condenada a regime de condicional por 12 meses, de acordo com o “Liverpool Echo”. Meses depois, o casal retomou o namoro em segredo. As duas famílias eram contra o romance.Segundo o processo judicial revelou que  Magan e Adam viviam um namoro “turbulento” por mais de dois anos. Em agosto de 2014, eles terminaram o relacionamento após Magan causar danos à residência da mãe de Adam.

Antes do ataque no hotel, Adam e Magan tiveram uma  discussão. Adam tomou um ducha e foi para a cama nu. Magan aproveitou a oportunidade para ferver água em uma chaleira. “A dor que eu senti não se compara a qualquer outra que eu já tenha experimentado”, disse a vítima em entrevista à imprensa local. Em tribunal, Magan disse que só queria dar um susto no namorado e que, ao perceber as dores do amado, arrependeu-se na hora.

Saiba como usar duas contas de WhatsApp em um smartphone Android dual chip

zap1O leitor Alexandre entrou em contato com UOL Tecnologia perguntando se é possível usar duas contas de Whatsapp em um único smartphone com suporte a dois chips. Ele deseja usar números diferentes em seu telefone Android para conversar com contatos por meio do aplicativo.

Se você tem alguma dúvida sobre tecnologia, envie um e-mail parauoltecnologia@uol.com.br, que ela pode ser respondida.

É possível manter duas contas ativas de WhatsApp em um único smartphone. Isso é realizado por meio de dois aplicativos: OGWhatsApp e WhatsMapp. Nenhum deles pode ser encontrado na PlayStore. Como trata-se de dois programinhas não oficiais, recomenda-se que você somente os use se tiver certeza de que deseja realizar a operação. Nos testes do UOL Tecnologia, foram utilizados três programas de segurança para escanear os apps e eles se mostraram idôneos.

Antes de iniciar o processo, o usuário já deve ter o WhatsApp instalado em seu celular. Além disso, um dos números já deve estar cadastrado no app. Abaixo, você vê o passo a passo de como usar duas contas do aplicativo em seu smartphone dual sim. (Tutorial realizado com Android nas versões 4.2 e 5.0, nos smartphones Alcatel One Touch C7 Dual SIM e Moto G DTV Colors. Os procedimentos podem variar, levemente, de acordo com a versão do sistema e do celular utilizado.)

Como usar duas contas de WhatsApp em um Android

  • Reprodução
    1.

    Antes de baixar o OGWhatsApp, realize o download do WhatsMapp. Clique aqui para isso (http://zip.net/byrjr7). O arquivo está compactado em RAR. Para abri-lo, pode ser necessário baixar o WinRar (encontrado aqui http://zip.net/bmrg5c).Foto: Reprodução

  • Reprodução
    2.

    Após o download, abra a pasta onde o arquivo foi baixado. Com o botão direito, selecione a opção “Extrair aqui”.Foto: Reprodução

  • Reprodução
    3.

    Após extrair o conteúdo, será necessário transferir o arquivo WhatsMapp Solo v1.1.0 Apk by apkland para seu smartphone. Conecte seu telefone ao PC. Aloje o arquivo na memória interna do seu celular. Com o telefone ainda conectado ao computador, baixe o OGWhatsApp (http://zip.net/btrlmd) no PC. Feito isso, transfira o OG para a memória interna do smartphone, na mesma pasta em que está o WhatsMapp.Foto: Reprodução

  • Reprodução
    4.

    Desconecte o telefone do computador. No smartphone, abra a pasta do armazenamento interno (local onde você colocou os dois arquivos) e selecione a opção OGWhatsapp.Foto: Reprodução

  • Reprodução
    5.

    Instale o programa e, em seguida, selecione a opção Abrir.Foto: Reprodução

  • Reprodução
    6.

    Logo, o aplicativo pedirá um número de telefone. Inclua o que ainda não foi usado (sua segunda conta no WhatsApp). É possível que o aplicativo exiba uma mensagem informando que a versão se tornou obsoleta.Foto: Reprodução

  • Reprodução
    7.

    Se isso ocorrer, acesse a memória interna do smartphone (no Gerenciador de Arquivos do telefone). Selecione o arquivo WhatsMapp. Automaticamente, será realizado um novo download.Foto: Reprodução

  • Reprodução
    8.

    Quando a transferência acabar, escolha a opção Instalar. Depois do download, os dois aplicativos aparecerão automaticamente na tela principal do smartphone. Aí, basta utilizá-los. (É possível diferenciar uma conta da outra por meio das cores dos ícones: os tons de verde são diferentes).

Grávida de nove meses é encontrada morta ; bebê foi retirado

patricia1

Uma mulher que estava grávida de nove meses foi encontrada morta, amordaçada e com as mãos e os pés amarrados, em uma lavanderia abandonada na cidade de Ponta Nova, em Minas Gerais. De acordo com a polícia, Patrícia Xavier da Silva, de 21 anos, estava desaparecida desde a última sexta-feira, quando saiu de casa para fazer o último exame antes do parto. O corpo da jovem foi encontrado com um corte no pescoço e outro na barriga. O bebê já havia sido retirado e está desaparecido.

Agentes do Corpo de Bombeiros chegaram ao local após uma denúncia anônima. De acordo com a polícia, tudo indica que a jovem foi assassinada pouco tempo antes de ser encontrada, já que o corpo não estava em estágio avançado de decomposição. No local, foram encontrados um colchão, um cobertor, um lenço, um copo de água e restos de comida. A polícia investiga se, antes de morrer, a vítima ainda foi feita refém no local.

O corpo de Patrícia foi encaminhado ao Instituto Legal e deve ser sepultado nesta quarta-feira. A Polícia Civil já solicitou imagens das câmeras de segurança do Hospital Nossa Senhora das Dores, onde a jovem foi atendida por volta de 8h. Depois disso, ela não apareceu mais. Diligências em busca do bebê foram realizadas nesta terça-feira em hospitais da região, mas nenhum deles registrou a entrada de um bebê recém-nascido sem os pais. Patrícia era casada há mais de 7 anos e esperava seu primeiro filho ao lado do marido, Leandro Carlos Gomes Dias.

O ITAPETINGUENSE ELISMAIQUE SE DESTACA NO JIU JITSU E VAI DISPUTAR GRANDES EVENTOS NO RIO DE JANEIRO

UFC

O Atleta itapetinguense Elismaique , vai está representando o nome de nossa cidade no Rio de Janeiro.

Elismaique vai participar do Rio Internacional Open de Jiu Jitsu, e promete fazer bonito, pois ele tem conquistado boas colocações e medalhas em vários Torneios e Campeonatos.

O Atleta Itapetinguense tem um nível muito elevado e por isso sempre é convidado para participar, desses grandes eventos.

Elismaique ainda pode participar de mais dois grande eventos no Rio de Janeiro, o GP Top 10 Faixa Roxa Pesado e o Rio Winter Internacional Open.

Por Eliomar Barreira

Marrone diz que é médium e que viu espírito de Cristiano Araújo

bruno

Foto: Divulgação

No programa “Cidade Alerta”, da TV Record, exibido no dia 24 de junho, dia da morte do cantor Cristiano Araújo, o sertanejo Marrone declarou que estava muito abalado com a morte do amigo e que o teria visto em espirito. “Me comoveu muito que eu sonhei com o Cristiano essa noite. Sonhei que ele estava na minha cama. Eu sou um pouco médium, aí eu tava na cama com ele. Eu peguei ele, ele tava todo tremendo. Acho que ele passou aqui pra se despedir de mim, porque ele gostava muito de mim também. Estou muito abalado”, contou em uma ligação telefônica.

O cantor ainda falou sobre o impacto da morte de Cristiano para o Brasil. “Acho que não só eu, mas o Brasil todo. Quem tem família, perder um filho, uma pessoa de 29 anos, com uma carreira brilhante pela frente. Ele não tava no hospital doente, ou tinha uma doença grave. É um momento muito ruim, inesperado. Quem pode responder é Deus, ele sabe o que faz”, disse. Confira o vídeo da ligação:

Intimidade Exposta: Como a vida de garotas pode mudar após terem privacidade divulgada na internet

Como a vida de garotas pode mudar após terem privacidade divulgada na internet

Ficar sem ir à faculdade, escola, ter sempre a sensação de perseguição e julgamento. É assim que vive a maioria das meninas que têm a sua intimidade exposta nas redes sociais. A divulgação de fotos ou filmagens por qualquer rede de interação social por meio da internet transforma de maneira drástica a vida de qualquer pessoa que é vítima de vingança pornô. O crime, cada vez mais comum, acontece quando alguém divulga fotos ou vídeos íntimos sem o consentimento da vítima em sites da internet.

mulher pensando

A filmagem em que Amanda Moura*, 17, estudante, faz sexo oral em um namorado foi publicado no Whatsappem março de 2014.  Durante uma festa, ela fez uso de bebida alcoólica e maconha, e, pediu para que uma amiga filmasse ela praticando sexo oral no namorado da época, 20 anos mais velho.

Na mídia em questão, filmado por sua amiga Eliana*, Amanda aparece praticando o sexo oral e do parceiro nada se via além do órgão sexual e sua calça abaixada. “No dia seguinte, pedi que ela apagasse, só gravei como forma de diversão, no entanto, ela não apagou e acabamos brigando. Por vingança, ela o enviou para um desafeto meu, que invejava o meu namoro, pois tinha interesse nele”, contou Amanda.

Após receber o vídeo, a pessoa com quem Amanda não se dava bem o enviou para diversos grupos de Whatsapp, espalhando-o muito rápido. Após a divulgação, Amanda perdeu a vontade de comer, chorava muito e chegou a ingerir meio litro de água sanitária, para tentar cometer suicídio. “O líquido me deixou mal, não tive nada, apenas uma dor de cabeça, garganta ardendo e por conta disso passei o dia deitada”, revelou.

(Foto: AFP/Reprodução)

Para tentar se afastar das provocações e brincadeiras, foi necessário mudar por um tempo para a casa de uma tia, em outro bairro, mudar de escola e de turno, estudando agora numa escola técnica, onde, segundo ela, as pessoas são mais maduras e não a julgam tanto. “Como lá tem mulheres que já são mães e algumas até mais velhas, a mente é outra. Muitas nem sabem do vídeo”.

Segundo a psicanalista Andrea Holnagel, é normal que o psicológico fique abalado, pois essa é uma situação de extrema exposição. “Essa exibição da intimidade é uma coisa de ordem psíquica, não só de ordem moral. É muito complicado, por exemplo, a vítima falar sobre o caso”, relatou. 

Confiança abalada

Seis meses após a divulgação do vídeo, a jovem começou a namorar outro rapaz, também mais velho, que conheceu em seu bairro. Ele tinha conhecimento do vídeo e, apesar da repercussão, não a julgou. Hoje, cinco meses após o término do namoro, a jovem diz ter medo de se relacionar com outros homens. “Dificilmente encontrarei outro homem que entenda a minha situação, pois muitos homens viram meu vídeo, eu fui exposta, quem teria coragem de ficar com uma mulher que os amigos têm um vídeo íntimo guardado no celular?”, desabafa.

A primeira ação da jovem foi contar a sua mãe, que por incentivo buscou a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e ao Adolescente (Derca), levou o vídeo em um cartão de memória, dando entrada em um Boletim de Ocorrência e acusando Eliana de compartilhar e armazenar o vídeo.

Como procedimento padrão, o Derca encaminhou Amanda para o Instituto Médico Legal, Nina Rodrigues, onde foi submetida a exames de corpo de delito, ginecológicos, de sangue e para detectar DST’s, doenças sexualmente transmissíveis. Ela está sendo acompanhada pelos agentes de saúde até o momento.

Outro método do Derca é buscar, por meio de um oficial de justiça, o acusado, para que possa comparecer nas audiências. São feitas três tentativas, caso o oficial de justiça designado não encontre o acusado, o caso será arquivado. Para dar segmento ao processo, segundo Carolina Orrico, advogada e coordenadora do curso de Direito da Faculdade Social da Bahia, a vítima deve procurar um advogado ou ir direito na Defensoria Pública, para dar entrada num processo civil e criminal, “é muito importante isso para evitar a impunidade”. 

Lidar com o crime

O crime de divulgação de imagens ou filmagens de sexo explícito, onde há exposição da vítima, é algo cada vez mais comum. Em 2013, a ONG Safernet, que presta apoio a pessoas vítimas de crimes cometidos na rede, registrou 39 casos de atendimento às vítimas que tiverem vídeos e fotos divulgados na rede no Brasil. Nos primeiros meses de 2014, a ONG registrou 108 casos.

(Foto: AFP/Reprodução)

 

Para as vítimas do porn revenge, o delegado indica procurar o quanto antes uma delegacia, faz-se um boletim de ocorrência e apresenta o maior número possível de provas.  Se a vítima for menor de idade, é necessário procurar o Derca, que é a delegacia especializada em crimes contra crianças e adolescentes, localizada no bairro de Matatu de Brotas.

Para maiores de idade, deve buscar qualquer delegacia, e assim, o caso é encaminhado para o Grupo Especializado de Repreensão aos Crimes por Meios Eletrônicos (GME).

A papelada ocupa praticamente toda a área da pequena sala, de pouco mais de 25 metros quadrados. A escrivã, o chefe de investigações e o delegado dividem o minúsculo espaço livre de documentos. O cenário chama particularmente a atenção por se tratar de uma delegacia especializada em ‘crimes digitais’. O GME funciona na sede da Polinter, no bairro dos Barris.

Depois do conteúdo divulgado nas redes, é necessário conseguir um “print” (captura da imagem que está na tela) da página onde aparece a referência do conteúdo exposto, junto com um “link” da hospedagem da página.

“Após de instaurada a investigação, em termos de punição, o acusado irá responder por injúria, calúnia ou difamação, pegando uma pena que vai de até dois anos. A não ser que a vítima queira procurar a vara cível, onde ela pode buscar algum tipo de ressarcimento material”, diz o delegado Charles Leão.

Charles comenta que o “Marco Civil da Internet” facilitou as investigações, pois obriga aos sites e aplicativos de outros países a fornecer informações para a polícia.

(Foto: AFP/Reprodução)

O que é o Marco Civil da Internet?

Para o Marco Civil da Internet, qualquer tipo de empresa voltado ao ramo das redes de internet, mesmo sendo ela estrangeira, tem a obrigação de respeitar e seguir a legislação imposta pelo país para que possa continuar operando em território Nacional. Caso sejam desrespeitadas as leis, sanções deverão ser tomadas, afim de advertir a empresa, com uma multa de até 10% de seu faturamento, pode ser suspensa suas atividades, podendo ser proibida de manter atividades no país.

Já no caso da empresa que fornece a conexão para o usuário, essa já não deve ser responsabilidade pelo compartilhamento do conteúdo de seus clientes. Já a empresa que fornece o serviço de banco de dados (blogs, redes sociais, vídeos, etc), corre o risco de ser punida pela justiça brasileira, caso o conteúdo não seja retirado das redes após aviso judicial.

A justiça brasileira pode estipular um prazo para que o conteúdo advertido saia de circulação, mas é cabível à um juiz poder antecipar a retirada caso houver “prova equívoca”, sempre levando em consideração o tipo de material que está circulando/compartilhando ou causando algum mal à pessoa prejudicada.

Diferença entre os crimes cibernéticos

A Legislação é direta quando a vítima é menor de idade:

Quando a vítima for menor de idade, os responsáveis devem ir direto ao Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e ao Adolescente (Derca), delegacia especializada nesse tipo de crime, que fica na rua das Pitangueiras, nº 26 em Matatu de Brotas.

De acordo com o Artigo 241, da Lei º 8.069 de 13 de Julho 1990, fotografar ou publicar cena de sexo explícito ou pornografia ou adolescente, apresentar, reproduzir, vender, fornecer, divulgas ou publicar em qualquer meio de comunicação na internet (a exemplo de aplicativos Whatsapp, Instagram ou páginas da internet como Facebooke Youtube), por rede de computadores, fotografias ou imagens com pornografia ou cenas de sexo explícito envolvendo criança ou adolescente.

As penas variam a depender do tipo de participação da pessoa na divulgação das imagens. A pena é de reclusão de três a oito anos. 

Para maiores de idade existe a Lei Carolina Dieckmann:

Essa lei, que entrou em vigor no ano de 2012 prevê que invadir aparelhos eletrônicos para roubar informações e dados é crime. Seja ele por qualquer meio eletrônico (à exemplo de notebooks, tablets, desktops, smartphones e afins) Para esse tipo de crime, a pena é de detenção de três meses a um ano, seguido de multa estipulada pelo juiz.

A Lei inclui também como crime a falsificação de documentos particular ou cartões pessoais, que prevê reclusão de um a cinco anos e multa, também estabelecido pelo juiz.

*Nomes fictícios para preservar identidade das fontes.

Quem faz com uma faz com outra

Relato de uma vítima de vingança pornô

Nada vai apagar a lembrança. Amigos, familiares, vizinhos e até desconhecidos, todos a estavam julgando pelo ocorrido. O caso aconteceu em setembro de 2014, quando Bruna Sales* teve uma foto em que aparece nua, divulgada por um ex-namorado, no Facebook.

Envergonhada, Bruna gravou um vídeo e publicou no Facebook, contando o ocorrido e pedindo compreensão de todos os seus conhecidos. Ela contou o quanto ficou envergonhada com a exposição desnecessária da foto e que estava fragilizada com a situação, no vídeo ela pedia a compreensão de quem teve acesso ao conteúdo. O vídeo teve mais de 45 mil visualizações em um único dia.

Imagem/Divulgação

“A gente se conheceu no Facebook, marcamos de nos encontrar e depois a gente já estava namorando. Ele tinha uma ex-namorada que, após a separação, passou a morar atrás da casa dele. O homem batia na mulher de manhã, de tarde e de noite. Isso tudo para me provar que não voltaria com ela. Já comigo era aquele amor. E eu pensava o tempo todo: se ele batia nela, imagine o que não iria fazer comigo.”

:: LEIA MAIS »

Homem com HIV faz experimento contra preconceito ao convidar pessoas na rua para tocá-lo

AIDS (1)Um dos maiores problemas de quem é portador do vírus da Aids não é só a doença, mas também conviver com o preconceito das pessoas. O toque físico em pessoas com HIV ainda é considerado um tabu em certas partes do globo. Para combater o estigma, um homem finlandês portador da doença chamado Janne resolveu fazer um experimento social pra lá de bacana.

Ele, que tem Aids há alguns anos, decidiu ficar parado em uma praça com grande circulação de gente com um cartaz que tinha o seguinte escrito convidando os passantes: “Sou HIV positivo. Toquem-me.”

De início, os pedestres hesitaram e passaram batido por Janne. Mas algumas pessoas não só paravam e seguram a mão ou o ombro do rapaz, mas como também deram um caloroso abraço e o olharam no olho como uma forma de reconhecimento, solidariedade e apoio.  Movido pela compaixão, Janne ficou tão emocionado que se debulhou em lágrimas ao fim do experimento.

O que você teria feito?

Dê o play e veja como foi:

Neymar passa a noite com filha de Renato Gaúcho, diz colunista

neymar1Neymar está entre nós. Em sua temporada no Rio de Janeiro, o atacante fez o que mais gosta além de jogar bola: circular com belas mulheres, de acordo com o colunista Leo Dias. No último domingo (28), ele chegou ao hotel Windsor acompanhado da bela modelo Carol Portaluppi.

Ainda de acordo com a publicação, os dois entraram juntos por volta das 7h15 da manhã, no carro de Neymar, um KIA branco, de São José dos Pinhais. O carro entrou pelos fundos do hotel. Carol saiu do Windsor de táxi, sozinha, por volta das 14h.

Neymar saiu em seguida, rumo à casa de Thiaguinho e Fernanda Souza, onde rolou uma festinha. Mais tarde, o jogador foi fotografado assistindo ao show da Anitta na boate 021 — sem a companhia da filha de Renato Gaúcho, diga-se de passagem. A coluna entrou em contato com Carol Portaluppi através do aplicativo WhatsApp, mas a modelo parou de responder quando explicamos o assunto…

Bell Marques pode voltar ao Chiclete com Banana no Carnaval 2016, diz jornal

belParece que a crise que assombra a música baiana pode unir a banda Chiclete com Banana com Bell Marques, em 2016. A informação é do colunista Léo Dias, do jornal “O Dia”, e apesar de destacar a relação ruim que ainda existe entre as partes, aponta para a necessidade de união devido ao fracasso de vendas no último carnaval, neste ano, quando Bell e Chiclete pouco venderam abadás.

Chiclete com Banana não foi a única banda que se desmanchou nos últimos anos. Vale lembrar que Durval Lelys não toca mais usando o nome do grupo Asa de Águia, Saulo Fernandes deixou a banda Eva e Alinne Rosa não faz mais parte do grupo Cheiro de Amor.

:: LEIA MAIS »

O CENTRO SOCIAL PIO XII OFERECE VÁRIOS CURSOS GRATUITOS

pioO Centro Social Pio XII informa que estão abertas as inscrições para os seguintes cursos: cabeleireiro, (este já vai começar agora no dia 06/07- ainda temos vagas) manicure, unhas decoradas, pintura em tecido, corte e costura, costureira, redação, auto-maquiagem, tortas, design de sobrancelhas e informática. Todos com certificação pelo SENAC.pio1
Inscrições no próprio Centro Social, à rua Montes Claros s/n, próximo ao colégio Savina Petrilli.

Operação destrói mais de 50 milhões de cigarros contrabandeados na BA

cig

Cinquenta e quatro milhões de cigarros estão sendo destruídos pela Receita Federal em Vitória da Conquista, no sudoeste do estado, fruto de contrabando apreendido pela Polícia Rodoviária na região em um ano e meio de operações. As 4.500 caixas de cigarros recolhidas foram avaliadas em cerca de R$ 9 milhões.

“Para a região de Vitória da Conquista realmente é uma carga expressiva. É a maior destruição realizada na unidade”, disse Samuel Pereira de Almeida Júnior, delegado adjunto da Receita Federal. Os cigarros que estão sendo destruídos no aterro sanitário foram recolhidos em fiscalização nas estradas até o destino final.

De acordo com a Receita Federal, as cargas de cigarros contrabandeados foram apreendidas nos municípios de Urandi, Caetité, Brumado e Vitória da Conquista. Serão necessários cinco dias para destruir toda a carga, segundo informações dos trabalhadores do aterro. A trituração dos cigarros é uma parceria entre a Receita Federal e a Associação Brasileira de Combate à Falsificação (ABCF).

“A gente tem um trabalho em conjunto com a Receita Federal e quando somos solicitados, a gente vem auxiliá-los. Quando é feita a apreensão de cigarros, a ABCF acompanha a Receita Federal em todos os locais do Brasil”, conclui Gabriel Cirino, colaborador da ABCF.

Policiais militares ficam feridos em acidente com viatura na BA-142

VIATURA DESTRUÍDADois policiais militares ficaram feridos em um acidente que ocorreu no início da noite deste domingo (28), na BA- 142, no município de Ibiacoara, nas proximidades da Fazenda Igarashi.

Segundo informações passadas ao Brumado Urgente, os policiais foram prontamente socorridos e encaminhados para uma unidade de saúde e receberam cuidados médicos, ficando sob observação só sendo liberados no início da madrugada. Os motivos do acidente não foram divulgados, mas a viatura ficou muito danificada.

Conheça o homem que vive há 24 anos dentro de um esgoto com sua esposa

Um colombiano ex-viciado em drogas chamou a atenção do mundo por conta de sua moradia. Ele vive há 24 anos dentro de um esgoto em Medellin.

Miguel Restrepo mora no local com sua esposa e com seu cão de estimação. A mulher, Maria Garcia, o ajudou a instalar um fogão, um ventilador e uma cama dentro do ambiente. Os dois ainda possuem TV na ”moradia”.

821

Mesmo vivendo em pequenas dimensões, a dupla consegue criar um ambiente de conforto que chama a atenção. O esgoto possui apenas 3 metros de largura por 2 metros de comprimento, tendo ainda 1,4 metro de altura.

O casal está legalmente desabrigado.

2112

 

24

23

22

21

20

19

18

17

Dia 30 de junho ganha um segundo a mais e se torna o dia mais longo do ano de 2015

O dia 30 de junho de 2015 será o dia mais longo do ano, porque contará com um segundo a mais.

A Terra levaria, em tese, 86.400 segundos para girar em torno de seu próprio eixo, o que equivale há um dia. No entanto, o número exato é de 86.400,002, o que significa que sobra algum tempinho diariamente.

Esta diferença de 2 milésimos de segundo (muito menor do que um piscar de olhos) implica em um segundo a mais no ano.

11250

Dia 30 de junho de 2015 é o dia mais longo do ano, já que contará com um segundo a mais, de acordo com o cientistas.

O “segundo bissexto” é adicionado para manter a Terra no tempo da “hora solar”, que tem duração media de um dia, com base em quanto tempo leva para a Terra a girar.

De acordo com Daniel MacMillan, cientista da NASA, a rotação da Terra está amenizando gradualmente.

1112

Nós nem perceberemos esta diferença, obviamente.

Os cientistas estimam que o dia solar médio não conta mais com 86.400 segundos desde que o ano de 1820.

Otto Alencar, Jutahy Magalhães Jr e outros baianos receberam doações da UTC

hottonA UTC Engenharia, investigada na Operação Lava Jato e que doou o valor de R$ 300 mil para o PMDB baiano na campanha para as eleições de 2014, também disponibilizou a mesma quantia para o senador do PSD, Otto Alencar, presidente regional da legenda. A assessoria do pessedista confirmou que a doação foi feita à pessoa física do senador da República, registrada na prestação de contas eleitoral no dia 25 de agosto de 2014.

O deputado federal Jutahy Magalhães (PSDB) Júnior também recebeu na campanha eleitoral dinheiro da empresa investigada na Lava Jato. O tucano tem registrado na prestação de contas o valor de R$ 50 mil doados pela UTC.

Mas se engana quem pensa que parou por aí. A construtora baiana investiu pesado nas eleições de políticos da boa terra. No total foram aproximadamente R$ 2,5 milhões.

Além do R$ 1,5 milhão doado a governador Rui Costa, dos R$ 300mil que Otto recebeu e dos R$ 50 mil para o tucano Jutahy Júnior, outros parlamentares também dividiram as fatias do bolo, de acordo com as prestações de contas das campanhas de 2014 .

O deputado estadual Fábio Souto (DEM- R$ 100mil), o deputado federal Bebeto Galvão (PSB – R$ 50 mil), o deputado estadual Adolfo Viana (PSDB – R$ 50 mil) e o investigado na Operação Lava Jato, Mário Negromonte (PP – RS 100 mil) engordam a lista de doações da UTC Engenharia na Bahia.

Um consórcio formado por UTC, Camargo Corrêa, Andrade Gutierrez e Odebrecht — todas investigadas na Operação Lava-Jato e suspeitas de integrarem o “clube do cartel” — executa as obras. O grupo venceu uma concorrência no fim de 2013 para obras em Angra 3, no valor de R$ 3,1 bilhões. Por ter saído vencedor, o consórcio optou por um pacote de obras que inclui edificações não nucleares, no valor de R$ 1,75 bilhão.

Lava Jato

Na última edição da Revista Veja, traz detalhes da delação premiada do engenheiro Ricardo Pessoa, dono da UTC Engenharia. Pessoa é tido como chefe do cartel de empresas que atuava na Petrobras e um dos principais focos de investigações da Lava Jato.

Em documento, o empresário conta como teria financiado despesas de “18 figuras coroadas da República”, “à margem da lei e distribuiu propinas”.

A reportagem cita entre os favorecidos a presidente Dilma Rousseff (R$ 7,5 milhões), o ministro da Casa Civil, Aloizio Mercadante, além dos senadores Aloysio Nunes (PSDB), Benedito de Lira (PP), o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), entre muitos outros.

Book-Center-Itapetinga
UNOPA-LATERAL
cardioset
beijo-gelado1
tinao-lateral-blog-do-tarugao
expor-flor3
ótica-Itapuã
banner-12
banner--engenharia
frigosol231
ecologicar
mineraz
sorveteria-pericles
17022028_1650269021949219_7964221707426653921_n
mais acessadas
generated by GADWP 


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia