neymar-argumenta-com-juiz-apos-receber-cartao-amarelo-seu-segundo-na-copa-america-que-lhe-tira-da-partida-contra-a-venezuela-1434590138060_300x100

O Tribunal Disciplinar da Conmebol decidiu suspender Neymar por quatro jogos devido à expulsão do atacante do Barcelona no jogo contra a Colômbia, pela segunda rodada da Copa América. Com isso, a princípio, o atacante está fora da competição sul-americana. A CBF ainda poderá recorrer da decisão. No entanto, caso o recurso brasileiro seja acatado, a suspensão mínima de Neymar será de três jogos, punição que ele pegou somente pela cabeçada que deu no adversário. Ou seja, o máximo que o atleta conseguirá é atuar na final.

Além da punição das quatro partidas, Neymar também recebeu uma multa de US$ 10 mil. A CBF tem a partir deste sábado, quando forem publicados os fundamentos da suspensão, para recorrer da decisão do tribunal com um recurso no Comitê de Apelações, presidido pelo equatoriano Guillermo Saltos.

De acordo com o diretor jurídico da CBF, Carlos Eugênio Leite, o recurso será enviado neste sábado. “O prazo é de 24 horas para recorrer. São quatro partidas, incluindo a suspensão automática e mais uma multa de US$ 10 mil. Acho que é uma pena exacerbada. Uma decisão contrária à jurisprudência da Fifa, que concede efeito supensivo quando se trata de três jogos ou mais”.