banner-130
engen22
mineraz
gerado por GADWP 

:: dez/2015

DESEMBARGADOR DETERMINA DESBLOQUEIO DO WHATSAPP EM TODO BRASIL

zap celularO desembargador Xavier de Souza, do Tribunal de Justiça de  São Paulo (TJ-SP), determinou na tarde desta quinta-feira (17) o desbloqueio do WhatsApp em todo o Brasil, em caráter liminar.

O TJ-SP informou que a decisão do desembargador foi em resposta a “diversos recursos” que pediam o desbloqueio, mas não disse quais eram os autores das ações. A Oi confirmou que entrou com recurso.

“Não se mostra razoável que milhões de usuários sejam afetados em decorrência da inércia da empresa [em fornecer informações à Justiça]”, declarou o magistrado, que propôs “a elevação do valor da multa a patamar suficiente para inibir eventual resistência da impetrante”.

O aplicativo de troca de mensagens foi bloqueado à 0h desta quinta por decisão da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo, em São Paulo. Ainda segundo o TJ-SP, a decisão em primeira instância foi tomada dentro de um processo criminal, que corre em segredo de justiça. O pedido era de suspensão por 48 horas.

Agora o julgamento do mérito será analisado pela 11ª Câmara Criminal. Como o TJ-SP entra em recesso na próxima segunda-feira (21) e retorna em 7 de janeiro, a análise fica para o ano que vem, sem data definida.

De volta ao zap zap

Muitos internautas já relatam que conseguem mandar e receber mensagens. Mas, oficialmente, as operadoras móveis ainda estavam recebendo os ofícios e liberando a rede aos poucos. Até o momento, só o Oi confirmou o desbloqueio. Segundo o SindiTelebrasil, sindicato que representa as empresas de telefonia, o uso do app deve normalizar-se até o final da tarde.

O bloqueio era pelo endereço do WhatsApp na rede mundial de internet, impedindo o acesso a brasileiros. Por isso, não era possível usar o aplicativo nem pelas conexões móveis nem pelo Wi-Fi.

Enquanto o serviço não é restabelecido, você pode instalar outros apps de mensagem instantânea como Skype, Telegram e Viber. Algumas pessoas disseram ter conseguido burlar o bloqueio usando aplicativos VPN, que enganam o servidor e mostram seu acesso como vindo de outro país.

Filha de Ronaldo Carletto denuncia abandono do pai: ‘só queria um abraço’

galettp

Quem passa o olho pela biografia do deputado federal Ronaldo Carletto (PP-BA) reconhece uma história de um homem que cresceu na vida: empresário, ex-diretor presidente das Empresas do Grupo Brasileiro, segundo maior grupo de transporte intermunicipal da Bahia, e político eleito com amplas votações. A história de Carletto reserva ainda um espaço especial para a família: filho de Aluyir Tassizo Carletto e Marizete Santos Carletto, casado com a Sra. Carlette Oliveira, e pai de quatro filhos, Ana Carolina Carletto, Tassizo Carletto Neto, Felipe Carletto e Marília Gabriela Carletto – esta última, no entanto, “esquecida” pelo pai. Em contato com o Bahia Notícias, Marília, com 31 anos, relatou o que chama de “história de abandono e tristeza”. Fruto de uma relação extraconjugal iniciada no carnaval da cidade de Prado, na Bahia, Marília acusa seu pai de ter incentivado que sua mãe fizesse um aborto.

caletto

“Minha mãe descobriu que estava grávida. Ele levou ela até uma farmácia, pediu para fazer um aborto, mas, quando chegou lá, minha mãe chorou e o moço deu um soro qualquer no lugar do remédio abortivo e eu nasci”, relata.  Ainda de acordo com Gabriela, após isso, ficou até os 15 anos sem saber quem era seu pai. Curiosa, descobriu que seu pai era dono da Expresso Brasileiro – empresa de transporte -, enquanto sua mãe, em São Paulo, era motorista de transporte coletivo. “Tivemos uma infância muito difícil, mas minha mãe nunca quis procurar meu pai para ajudar na nossa criação. Eu que quis saber quem era o homem que me fez”, revelou. O périplo para conhecer o pai teve ajuda de um primo de segundo grau. “Ele conseguiu infiltrar uma empregada na casa dele que conseguiu o número da residência. Aí eu consegui falar com a esposa dele, a Carlette e expliquei a história. Tinha 17 anos, estava terminando a escola”, relembrou. Da conversa com a mulher do pai, surgiu o convite de vir à Bahia para conhecer a família. “Esperei minha vida toda para conhecer as minhas origens. Cheguei lá, pensei que ia ser recepcionada por meu pai, mas fui pelo motorista. Fiquei na casa dele dois dias, conheci meus irmãos – Tassizo e Carolina – e Carlette.

:: LEIA MAIS »

O BLOG DO TARUGÃO NÃO LHE DEIXA NA MÃO: BAIXE O APLICATIVO E TENHA SEU ZAP DE VOLTA!

Aplicativo

Por determinação de ordem Judicial, o Aplicativo Whatsapp foi bloqueado e infelizmente deixou muita gente sem saber o que fazer.

O detalhe é que, a decisão judicial, é direcionada a operadoras de telefonia celular, como: OI, TIM, VIVO e CLARO onde os usuários fazem uso dos dados móveis.

A única situação que a Justiça não se atentou, foi o uso da internet WI-FI. Os usuários logo perceberam que poderia usar o sistema e logo se conectaram ao Whatsapp.

Fachin nega pedido para afastar Cunha de comando de processo de impeachment

download

Em sessão de julgamento sobre as regras do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Luiz Edson Fachin negou o pedido de suspeição do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), relativo ao ato de abertura do processo de impeachment.

A ação do PC do B no Supremo afirma que Cunha não teria imparcialidade suficiente para decidir pelo acatamento do pedido de impeachment. Cunha é adversário declarado do governo Dilma.

Segundo Fachin, as regras que definem os impedimentos de juízes no Judiciário não podem ser aplicadas no julgamento de impeachment, que é de teor político. “Portanto, entendo que as causas de impedimento e suspeição não se compatibilizam com o processo jurídico-político”, afirmou.

Fachin afirmou ainda que não cabe à presidente a apresentação de defesa prévia ao ato do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), de acatar a denúncia de impeachment e determinar o início da tramitação do processo no Legislativo.

HOMEM INVADE SALÃO DE BELEZA, MATA EX-NAMORADA E ATIRA CONTRA A PRÓPRIA CABEÇA

SALÃO A

Um homem invadiu o salão de beleza da sua ex-namorada, na Praça da Bandeira, na área central de Jequié, na manhã desta quarta-feira (16). O suspeito chegou a cortar o cabelo com um dos profissionais e logo depois, se dirigiu a sala de depilação que era utilizada no estabelecimento pela sua ex-companheira, para oferecer o serviço de depilação a clientes do “Belezaville”.

SALÃO B

De acordo com o Blog Marcos Frahm, o homem fechou a porta e funcionários ouviram a jovem pedir socorro, quando ouviram vários disparos deflagrados contra a moça. Depois de assassinar a mulher, o homem atirou contra a própria cabeça. Os dois morreram no local. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal por uma equipe da Polícia Técnica de Jequié. :: LEIA MAIS »

Dois morrem e carro fica destruído após batida no oeste da Bahia

acidente-na-br020

Um homem de 38 anos e uma criança de 11, morreram no final da tarde desta quarta-feira (16), após uma batida entre dois carros. O acidente ocorreu na BR-020, entre as cidades de Luís Eduardo Magalhães e Roda Velha, ambas no oeste da Bahia.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ainda não há detalhes de como teria acontecido o acidente, mas a polícia suspeita de ultrapassagem. As vítimas que morreram no local estavam no mesmo veículo.acidente-na-br020-2

Já um casal, que estava no outro carro envolvido no acidente, ficou ferido e foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Luís Eduardo Magalhães. A polícia não tem informação sobre a unidade de saúde que o casal foi levado, nem o estado de saúde deles.

Janot pede afastamento de Cunha da presidência da Câmara ao STF

rodrigo

O procurador geral da república, Rodrigo Janot, solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF), no final da tarde desta quarta-feira (16), o afastamento do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) de suas funções na casa. De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, o pedido foi protocolado no gabinete do ministro Teori Zavascki, relator da Operação Lava-Jato, e deve ser analisado pelos 11 ministros da corte. Janot lista no documento uma série de eventos que indicam suposta pártica de “vários crimes de natureza grave” com o uso do cargo a favor do deputado, integração de organização criminosa e tentativa de obstrução das investigações criminais. Janot afirma que o afastamento nem chega a ser a medida mais grave que poderia ser adotada, que seria o pedido de prisão preventiva. Entre os atos listados na peça de 183 páginas para justificar o afastamento, é citada a convocação da advogada Beatriz Catta Preta para depor na CPI da Petrobras após seu cliente, o lobista Júlio Camargo, ter delatado um suposto pagamento de propina no valor de US$  5 milhões a Cunha.

ITAPETINGA: ÁRVORE CAI E INTERDITA AVENIDA JÚLIO JOSÉ RODRIGUES NA PONTE QUE LIGA AS VILAS

ARVOREUma árvore de grande porte caiu agora á noite por volta das 20:00 hs desta quarta-feira (16) na avenida Júlio José Rodrigues, entre a Rodoviária local e a ponte que dá acesso as vilas. A árvore nesse momento está bloqueando o trânsito,para qualquer tipo de veículos,uma vez que danificou toda fiação de alta e baixa tensão no sentido as vilas, um enorme fluxo de veículos se acumulam nas proximidades. Para ter acesso ao centro da cidade,motoristas terão que seguir sentido a Nova Itapetinga, passando pelas vilas. Um poste foi derrubado pela arvore e por muita sorte aparentemente ninguém ficou ferido.
Segundo as primeiras informações, não há registro de feridos e equipes da Prefeitura,COMUTRAN, Guarda Municipal,polícia militar,imprensa e Coelba, estão se dirigindo ao local para remover a árvore. O trânsito no local está parado, ninguém entra ninguém sai.

Aguardem mais informações…..

Fonte: Itapetinga Acontece/Carlos Silva

Lula presta depoimento no principal inquérito da Operação Lava Jato

lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi ouvido nesta quarta-feira (16) dentro do principal inquérito da Operação Lava Jato em andamento no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele não é investigado no caso e prestou depoimento na condição de informante, conforme autorização proferida em outubro pelo ministro Teori Zavascki, relator das investigações.

Procurado pelo Jornal Nacional, o Instituto Lula, que fala em nome do ex-presidente, não se manifestou sobre o teor do depoimento.

O inquérito investiga se políticos formaram uma organização criminosa para fraudar contratos da Petrobras. Dentro desse inquérito, há 39 investigados, entre parlamentares e operadores suspeitos de formar uma organização criminosa para desvio de dinheiro público e pagamento de propina a políticos.

Embora Lula não tenha mais o chamado foro privilegiado, o pedido da PF foi enviado ao STF porque o inquérito envolve políticos que só podem ser investigados pelo tribunal. O depoimento foi pedido pela Polícia Federal em setembro e teve o aval da Procuradoria Geral da República (PGR).

No pedido, o delegado Josélio Sousa apontou que o ex-presidente pode ter se beneficiado, obtendo vantagens para si, para o seu partido, o PT, ou mesmo para o seu governo, com a manutenção de uma base de apoio partidário sustentada às custas de negócios ilícitos na Petrobras.

Ainda em setembro, p procurador-geral da República, Rodrigo Janot, concordou com o pedido, porém ressaltando que não havia nada de objetivo até aquele momento que justificasse a inclusão de novos nomes na investigação. Isso, segundo o procurador, não impedia que as pessoas fossem ouvidas como testemunhas.

O QUE PODEMOS APRENDER SOBRE TRAIÇÃO E VIOLÊNCIA COM O CASO FABÍOLA?

FabiolaO caso da mineira que traiu o marido com seu melhor amigo deveria ser só mais um adultério a ser tratado entre quatro paredes, no mais íntimo da vida conjugal do casal, mas acabou viralizando na internet quando o marido traído filmou a cena e espalhou o vídeo nas redes sociais.
Na filmagem, ele – que flagrou a esposa saindo do motel com seu melhor amigo – agride a esposa enquanto um outro amigo filma a cena e incita a briga.

O que choca na situação não é a desnecessária publicidade de uma questão íntima: isso transformou-se em uma praxe mais natural do que deveria na internet. As pessoas deturpam a finalidade das redes sociais quando expõem-se desnecessariamente nas mais esdrúxulas situações.

O que me deixou realmente estupefata na mais nova bizarrice das redes sociais é a naturalidade com que um homem, em pleno século XXI – quando as discussões sobre violência contra a mulher estão a todo o vapor – publiciza uma agressão física na rede sem nenhum tipo de represália.

O enfoque da viralização do vídeo não é a agressão pública – física e verbal – sofrida pela mulher, exposta e agredida em plena rede – mas a condenação moral pela traição – que, embora reprovável, não diz respeito a ninguém mais além dos envolvidos. A agressão, ao contrário, é recebida como natural, uma reação justa e proporcional ao adultério.

As pessoas estão tão preocupadas em julgar a vida íntima alheia que não se dão conta do quão absurdo é agredir uma mulher e levar isso a público sem medo das conseqüências.

Acaso um homem fosse flagrado saindo de um motel com a melhor amiga de sua esposa, este seria apenas mais um dia comum na internet. A indignação, caso houvesse, certamente se concentraria na amiga que “deu em cima de um homem comprometido”, ou na esposa omissa que foi traída porque “não dá conta de segurar um homem” – jamais na figura do pobre homem adúltero. Afinal, a carne é fraca e os ‘instintos masculinos’ justificam a traição.

Mas quando uma mulher é flagrada traindo seu marido, a moralidade seletiva impera de tal forma que até mesmo a violência física escancarada nas redes sociais é ignorada diante do ‘absurdo’ do adultério.

As pessoas respeitam a vida íntima do outro quando ouvem um vizinho agredindo sua esposa (não vou chamar a polícia, eles que se resolvam!), quando assistem a um relacionamento abusivo (só ela pode se livrar do marido opressor!) – mas quando presenciam o ‘erro’ de uma mulher, esquecem-se da sagrada intimidade conjugal e julgam-na nas redes sociais.

Este é o retrato da hipocrisia moderna: a vida sexual do outro indigna, a violência não. O que esperamos de uma sociedade tão moralista é que empenhe toda esta retidão para meter a colher nos relacionamentos agressivos e opressores, mas a moralidade do patriarcado só se aplica à mulher.

Não estamos aqui para determinar se traição é ou não reprovável – por mais natural que seja escancarar a própria vida na internet, não podemos nos quedar diante desta realidade: a vida sexual do outro não nos diz respeito. A violência, sim.

Por Nathalí Macedo

PEDIDO DE BLOQUEIO DO WHATSAPP É EM DECORRÊNCIA DE INVESTIGAÇÃO DE “FACÇÕES CRIMINOSAS”

Aparentemente, o motivo do bloqueio do WhatsApp do Brasil é uma investigação criminal em São Bernardo do Campo que não teve cooperação do serviço de mensagens. As informações estão em um documento obtido pelo Gizmodo Brasil. Nele consta como origem o seguinte: Grupo de Combate às Facções Criminosas (GCF). Parece coisa bem séria.

O documento diz aquilo que tanto a Folha quanto uma nota do Tribunal de Justiça de São Paulo disseram: a partir das 0h do dia seguinte ao recebimento da ordem (ou seja, amanhã), o aplicativo deve ser bloqueado por um período de 48 horas, retornando, portanto, na madrugada de sexta-feira para sábado.

A ordem determina que as operadoras bloqueiem acesso a domínios e subdomínios do WhatsApp e também façam tudo o que “for necessário para a suspensão do tráfego de informações, coleta, armazenamento, guarda e tratamento de registro de dados pessoais ou de comunicações entre usuários da rede”.

O estranho do documento obtido pelo Gizmodo Brasil, que foi enviado às operadoras,  é que não dá para saber, de fato, o teor do crime que levou a esse processo. Segundo Paulo Rená, chefe de pesquisa do Instituto Beta para internet e democracia, que também analisou o documento, isso pode significar muita coisa: pornografia infantil, tráfico de drogas ou mesmo alguma denúncia sobre corrupção.

Oficialmente, as operadoras dizem que vão acatar a decisão judicial, apesar de dizerem ser contra — aliás, muitas delas oferecem planos de WhatsApp ilimitado. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) disse à Folha que não foi notificada da decisão, mas acha que a medida é prejudicial aos usuários e desproporcional por prejudicar milhões de consumidores.

Em nota, o TJ-SP disse que a decisão foi tomada após o WhatsApp não atender uma determinação judicial de julho. A empresa voltou a ser notificada em agosto, e seguiu sem atender ao pedido da Justiça – o que resultou, portanto, na ordem de bloqueio.

PÉSSIMA NOTÍCIA: DECISÃO JUDICIAL BARRA WHATSAPP POR 48 HORAS EM TODO PAÍS

zap zapBloqueio é válido a partir da 0h de quinta-feira (17) em todo o Brasil.
Sindicato de Vivo, Claro, Tim e Oi confirma determinação judicial.

As principais operadoras de telefonia móvel do Brasil foram intimadas pela Justiça nesta quarta-feira (16) a bloquear o aplicativo de mensagens WhatsApp em todo o território nacional por 48 horas. O bloqueio vale a partir da 0h de quinta-feira (17).

O recebimento da determinação judicial foi confirmado pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal, o SindiTelebrasil, que representa as operadoras Vivo, Claro, Tim, Oi, Sercomtel e Algar.

O Tribunal de Justiça de São Paulo afirma que a decisão partiu da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo e corre em segredo de justiça em uma ação criminal. Segundo o TJ-SP, o WhatsApp não atendeu a uma determinação judicial de 23 de julho de 2015. A empresa foi notificada mais uma vez em 7 de agosto, com uma multa fixada em caso de não cumprimento.

O WhatsApp não atendeu à determinação novamente, de acordo com o TJ-SP. Por isso, “o Ministério Público requereu o bloqueio dos serviços pelo prazo de 48 horas, com base na lei do Marco Civil da internet”.

Eduardo Levy, presidente do SindiTeleBrasil, diz que as operadoras são obrigadas a atender a determinação e que não é do interesse delas bloquear o WhatsApp no país. “Temos interesse em regras que sejam mais leves para o setor”, disse Levy ao G1.

Histórico
Essa não é a primeira tentativa de bloquear o WhatsApp no país. Em fevereiro, um juiz de Teresina (PI) determinou que as operadoras suspendessem temporariamente o acesso ao app de mensagens.

O motivo seria uma recusa do WhatsApp em fornecer informações para uma investigação policial que vinha desde 2013.

GRACYANE BARBOSA DIZ QUE FAZ GREVE DE SEXO QUANDO BELO NÃO VAI A ACADEMIA

belo e esposaModelo sabe como domar o marido

A modelo Gracyanne Barbosa foi convidada do ‘Superpop’ (RedeTV!) e fez uma revelação curiosa. Segundo ela, o marido, o cantor Belo, chegou a passar um período sem querer treinar. Para tentar incentivar o músico, Gracyanne fez uma sugestão um tanto quanto curiosa.

“Nesse dia (que os dois posaram para foto na academia), eu o levei obrigado, fiz uma chantagem. Ele estava parado e eu disse que, se não voltasse a treinar, à noite não iria rolar nada. Aí ele voltou a treinar (risos)! O Belo não estava indo à academia, mas ficava reclamando que estava barrigudo”, entregou ela, confessando que já usou a tática outras vezes.

PMS SÃO PUNIDOS COM PRISÃO POR FOTOS E VÍDEOS DE SEXO COM PATY UPP

Paty UPP1

PMs são punidos com prisão por fotos e vídeos de sexo com Patty UPP

Quatro policiais militares do Rio de Janeiro foram punidos com 30 dias de prisão por terem sido fotografados e filmados em cenas de sexo com uma mulher dentro de Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) e em um estacionamento da polícia.

Patrícia Alves, que ficou conhecida como Paty UPP, tem a sigla tatuada na virilha. Segundo o jornal Extra, a punição foi publicada nesta segunda-feira no Boletim Disciplinar Reservado da Polícia Militar.

O cabo Luiz Carlos Capacia de Rezende Junior e o soldado Ruan Carlos Ferreira Ribeiro, do Batalhão de Choque, foram punidor por terem sido filmado e fotografados “realizando conjunção carnal e atos libidinosos” com Paty.

Paty UPP

PMs são punidos com prisão por fotos de sexo com Patty UPP

O encontro aconteceu dentro de um carro que estava no estacionamento dos praças do batalhão, no Viaduto 31 de Março, no Centro do Rio.

O soldado Rodrigo Brandão Machado e o soldado Thiago da Silva Alberto foram punidos por terem sido fotografados “em atos obscenos” com Patty dentro de uma base da UPP. As imagens dos PMs com Patrícia viralizaram nas redes sociais e WhatsApp.

Após o vazamento das imagens, Patrícia Alves foi convidada para ser uma policial em um filme pornográfico da produtora Brasileirinhas.

ESPOSA DE WESLEY SAFADÃO GANHA FÃS COM BELEZA E BOM NA WEB

M DE SAFADÃOA modelo Thyane Dantas, esposa de Wesley Safadão, vem fazendo sucesso e ganhando admiradores nas redes sociais. A moça é casada há quatro anos com o cantor e é é mãe da pequena Ysis, de um ano.

Nas redes sociais a modelo já tem muitos seguidores e é só elogios.

Veja mais fotos.. :: LEIA MAIS »

Book-Center-Itapetinga
UNOPA-LATERAL
cardioset
expor-flor3
ótica-Itapuã
banner-12
banner--engenharia
ecologicar
mineraz
17022028_1650269021949219_7964221707426653921_n
mais acessadas
gerado por GADWP 


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia