sebrae
banner-130
engen22
mineraz

:: 28/mar/2016 . 23:32

GRIPE H1N1 ESTÁ DE VOLTA AO BRASIL E JÁ MATOU MAIS DE 30 PESSOAS EM SP; ESTES REMÉDIOS NATURAIS VÃO PROTEGER VOCÊ

h1n1A gripe H1N1 está de volta ao Brasil e, até o momento da produção deste post, já havia matado 38 pessoas só no estado de São Paulo.

O que a medicina natural pode fazer para ajudar?

Para combater as ameaças de microrganismos patogênicos – não só vírus, mas também bactérias, parasitas, etc. – a regra básica é uma boa alimentação. É oportuno eliminar a chamada junk food, com a qual muitos de nós, cúmplices de uma publicidade martelante, nos alimentamos (produtos pré-cozidos, “aditivados” – mesmo que apenas por açúcar, sal e gorduras vegetais, mais ou menos hidrogenadas –, alimentosindustriais, coloridos artificialmente, etc.), dando preferência aos alimentos frescos, da estação e, se possível, de origem biológica, principalmente frutas e verduras.

Agindo assim, diminuímos a quantidade de agrotóxicos que entra no organismo, o que, consequentemente, reduz as interferências de ordem alimentar no sistema imunológico; e incrementamos a absorção de vitaminas e minerais indispensáveis para a correta ativação das nossas defesas.

Para a perfeita alimentação, muitas vezes é útil associar integradores nutricionais à base de minerais (selênio, zinco), vitaminas (A,C e E) e ervas específicas, tais como equinácea, alho, ginseng, alcaçuz e hissopo, para dar suporte ao sistema imunológico.

1. Alcaçuz

A raiz do alcaçuz dá suporte ao sistema imunológico e inibe diretamente diversos vírus.

Reduz as irritações da garganta, a congestão pulmonar e é usada para tosse e problemas dos brônquios.

Protege, por outro lado, o estômago e é assim um remédio útil também para as inflamações gástricas.

O alcaçuz é uma das ervas mais receitadas na Europa para o tratamento de gripe e resfriado.

2. Alho

É um excelente remédio para todo tipo de infecção, inclusive aquelas do aparelho respiratório.

O alho também combate a proliferação de muitas bactérias e vírus.

É eficaz para o resfriado, a gripe, as infecções de ouvido e ajuda a reduzir o muco.

Pode ser consumido junto com antibióticos para dar suporte às suas ações.

É especialmente indicado para a tosse persistente e a bronquite.

Além disso, contém vitamina A, C e E, que reforçam o sistema imunológico.

3. Anis-estrelado

Tem ação expectorante, espasmódica, carminativa, estomática e antisséptica, sendo indicado contra falta de apetite, gastrite, enterite, flatulência, espasmos gastrintestinais, tosse e bronquite.

Ativa a secreção do leite e do suor e pode ser usado topicamente em micoses. O anis-estrelado serve de matéria-prima na fabricação do medicamento antiviral Tamiflu. O uso em excesso é prejudicial à saúde.

4. Equinácea

Esta planta herbácea ativa o sistema imunológico contra as infecções, sejam bacterianas ou virais.

Trata-se de um antibiótico natural delicado que funciona melhor se consumido quando surgirem os primeiros sintomas.

5. Ginseng

Esta preciosa raiz incrementa a eficiência física e mental e a resistência ao estresse e às doenças.

É na verdade uma raiz adaptável, que reequilibra o organismo de acordo com as necessidades individuais.

O ginseng aumenta a função imunológica e potencializa a energia e o vigor.

IMPORTANTE!

:: LEIA MAIS »

Janot diz ao STF que nomeação de Lula como ministro deve ser mantida

lulap2A nomeação de Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República deve ser mantida, mas investigações criminais e possíveis ações penais referentes a ele devem, em princípio, ser mantidas no primeiro grau de jurisdição. Esse é o teor da manifestação enviada, nesta segunda-feira (28), ao Supremo Tribunal Federal, pelo  procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

O parecer inclui a ressalva de que a competência para investigações e processos contra o ex-presidente pode ser alterada se houver mudanças de competência prevista nas leis processuais, como a conexão de processos.

Na peça, Janot explica que, do ponto de vista estritamente jurídico, não há obstáculo à nomeação de pessoa investigada criminalmente. Porém, em virtude da atuação inusual da Presidência da República em torno da nomeação, “há elementos suficientes para afirmar ocorrência de desvio de finalidade no ato”.

Por isso é que Janot recomenda a manutenção das investigações criminais relativas ao ex-presidente Lula no primeiro grau da Justiça Federal para evitar que a nomeação produza efeitos negativos na investigação.

Walmart anuncia fechamento de 60 lojas no Brasil

Unidades fechadas no país representam 5% das vendas locais.
Rede anuncia plano para encerrar operações de 269 lojas no mundo.

walmartWalmart anuncia que irá fechar 269 lojas no mundo, sendo 60 no Brasil (Foto: AP)

O Walmart anunciou nesta sexta-feira (15) um plano para encerrar as operações de 269 lojas da rede no mundo, o que provocará 16 mil demissões, sendo 6 mil delas fora dos Estados Unidos.

No Brasil, a companhia confirmou que já foram fechadas “60 lojas com baixa performance”, incluindo unidades de outras bandeiras da rede. Fazem parte da operação no Brasil as marcas Hiper Bompreço, BIG, Mercadorama, Nacional e Bompreço, Todo Dia e Maxxi Atacado.

Segundo a rede de supermercados, essas 60 unidades que fecharam as portas representam 5% das vendas do grupo no país. A empresa não informou o número atual de unidades em operação Brasil nem os locais em que ocorreram os fechamentos O Wal-Mart tinha recentemente 558 pontos no país, de acordo com a Reuters.

O Walmart informou ter feito uma revisão completa das suas quase 11.600 lojas pelo mundo, de forma a garantir o alinhamento dos ativos à sua estratégia.

O movimento ocorre três meses após o presidente-executivo Doug McMillon sinalizar a investidores que estava planejando rever as operações globais da varejista e “fecharia lojas que precisavam ser fechadas”.

“Fechar lojas nunca é uma decisão fácil, mas é necessário para manter a empresa forte e posdicionada pára o futuro”, disse em comunicado McMillon, acrescentando que o grupo mantém o plano de abrir mais de 300 lojas em todo o mundo no próximo ano.

Os Estados Unidos são o país mais afetado com 154 supermercados, entre entre eles 102 menores, os “Wal-Mart Express”, que estavam em teste desde 2011.

Nos EUA, a previsão é de fechamento de 154 lojas. Na América Latina, incluindo o Brasil, serão 115 fechamentos.

O Brasil foi uma das principais apostas do gigante do comércio varejista nos últimos anos, mas a recente crise econômica provocou uma queda de cerca de 5% das vendas do Wal-Mart no país, destaca a agência Efe.

A companhia garantiu que “realocou” a maior parte dos empregados das lojas brasileiras fechadas para outras unidades do grupo.

Walmart também anunciou o plano de abertura de 405 novas lojas no mundo todo em seu próximo exercício fiscal, com foco nas lojas de departamento e nas regiões suburbanas.

Gilmar Mendes é o novo presidente do TSE

Ministro Gilmar Mendes pode acabar responsável pela ação que pode resultar com a impugnação da chapa de Dilma (Nelson Jr./SCO/STF/VEJA)

O plenário do Supremo Tribunal Federal confirmou nesta quarta-feira o ministro Gilmar Mendes como novo presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Mendes é o atual vice da corte e vai substituir o ministro Dias Toffoli, cujo mandato de dois anos termina em maio, quando o novo presidente deve ser empossado. A votação no Supremo é simbólica e serve apenas para referendar a ascensão do vice-presidente ao cargo máximo. Assume a vice-presidência da corte o ministro Luiz Fux.

Com a substituição, Mendes, um desafeto dos petistas, comandará a corte na reta final da ação que pode resultar na cassação do mandato da presidente Dilma Rousseff e de seu vice, Michel Temer, por crimes eleitorais. O ministro já expressou que quer deixar como marca no comando da corte um maior rigor na análise de contas de campanhas eleitorais. O TSE é composto por, no mínimo, sete magistrados: três do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e outros dois da classe de advogados indicados pelo Supremo. Mendes também estará à frente do TSE no primeiro ano em que as novas regras eleitorais serão aplicadas. (Com Estadão Conteúdo)

“Semana do Jovem Eleitor” convoca brasileiros de 16 e 17 anos para as Eleições 2016

jovens1

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) convocam os jovens baianos que têm 16 e 17 anos para as eleições municipais que acontecerão em outubro deste ano. O convite integra a campanha “Semana do Jovem Eleitor”, que acontece entre os dias 28 de março e 1º de abril com o objetivo de incentivar o alistamento eleitoral de jovens, para quem o voto é facultativo.

Na Bahia, dos 10.330.230 eleitores aptos a votar, 134.181 têm 16 e 17 anos e votam facultativamente. Já os 148.170 eleitores que possuem 18 anos compõe parte dos eleitores obrigados a votar.

Simultaneamente à “Semana do Jovem Eleitor”, será promovida também a “Semana de Alistamento do Jovem Eleitor”, que visa aumentar a adesão dos jovens ao sistema eleitoral. A ideia é despertar para o voto aqueles que completarão 16 anos até o dia 2 de outubro, data na qual será realizado o primeiro turno das Eleições Municipais. Até esta data, tais jovens poderão obter o título do eleitor e escolher o seu representante por meio da votação. O direito está previsto na Lei nº 9.504/1997, a Lei das Eleições.

Alistamento

Os interessados em se alistar para participar das eleições deste ano devem se dirigir à sede do TRE-BA (1ª avenida do Centro Administrativo da Bahia, em Salvador), cartórios eleitorais ou postos de atendimento espalhados por todo o estado até o dia 4 de maio, munidos de carteira de identidade (RG) ou certidão de nascimento e comprovante de residência atualizado.

Após confusão, OAB consegue protocolar novo pedido de impeachment de Dilma

oab cO presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cláudio Lamachia, conseguiu protocolar nesta segunda-feira (28) o novo pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Para levar a ação ao presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, Lamachia teve que enfrentar uma confusão entre manifestantes contra e pró-governo. Após protocolar o pedido, o presidente da OAB defendeu o posicionamento da ordem em coletiva. “Nós vivemos numa democracia e a democracia está se manifestando hoje, aqui, a partir da presença maciça da advocacia brasileira, representada pelos presidentes de todas as OABs do Brasil, demonstrando, sim, que a instituição está absolutamente unida no que diz respeito a essa decisão”, declarou o presidente da Ordem”, avaliou. Pouco antes de seguir para a Câmara, Lamachia recebeu um requerimento de advogados contrários ao pedido, que solicitaram que a entidade consulte diretamente os integrantes para avaliar a abertura do novo processo.

PSD libera bancada na Câmara na votação do impeachment; PP também cogita liberar

kassabA um dia da reunião do diretório nacional do PMDB que deve aprovar o rompimento do partido com o governo Dilma, outras legendas do chamado “centrão” da base aliada começaram a dar sinais mais fortes de que também poderão desembarcar em breve.

À frente dos Ministério das Cidades, o PSD decidiu liberar seus 31 deputados para votar como quiserem em relação ao impeachment na Câmara.

O PP, que comanda o Ministério da Integração, já cogita também liberar oficialmente sua bancada, a terceira maior da Casa, com 49 parlamentares.

No PSD, a liberação teve anuência do ministro das Cidades e presidente nacional da sigla, Gilberto Kassab. Apesar de a notícia ter vindo à tona somente hoje, deputados afirmam que o líder do partido na Câmara, Rogério Rosso (DF), já tinha anunciado a liberação desde antes de se tornar presidente da comissão do impeachment. De acordo com um dirigente do PSD, atualmente, pelo menos 70% da bancada da Câmara é favorável ao impeachment.

Esse líder afirma que a tendência é de que, assim como os deputados, a bancada do partido no Senado, composta por três senadores, também seja liberada para votar como quiser. No PP, o presidente nacional da sigla, senador Ciro Nogueira (PI), já admite que não terá como segurar suas bancadas, principalmente se o PMDB desembarcar oficialmente do governo.

Na semana passada, dirigentes do partido já informaram à presidente Dilma Rousseff dessa dificuldade. Pelos cálculos da direção da sigla, dos 49 deputados do PP, pelo menos 15 são a favor do impeachment e outros 35 “aguardam” definição oficial do partido.

“Só conseguimos garantir os 35 votos para o governo se for para o governo ganhar. Se for para perder, não conseguimos”, afirmou um interlocutor de Nogueira. Na semana passada, parlamentares do PP pró-impeachment entregaram ao presidente do partido uma lista com assinaturas de 22 deputados e de 4 dos 6 senadores, pedindo a antecipação da convenção nacional da legenda, para discutir o desembarque do governo Dilma Rousseff.

 Ciro prometeu marcar uma nova reunião das bancadas para tratar do assunto, mas ainda não definiu a data do encontro. O objetivo do dirigente é “ganhar tempo” e só deixar uma decisão oficialmente sobre rompimento para depois que outros partidos da base anunciarem desembarque. A liberação das bancadas pelo PSD e, possivelmente, pelo PP deverá dificultar ainda mais o trabalho de Dilma para se salvar do impeachment. A presidente precisa de pelo menos 172 votos para barrar o impeachment na Câmara. Hoje, o governo só conta como 100% certo os votos de todos os deputados do PT, PDT e PCdoB.

Fonte: Bahia Notícias

Temer e Calheiros fecham acordo sobre votação do PMDB em provável saída do governo

temer renanO vice-presidente do Brasil, Michel Temer, e o presidente do Senador, Renan Calheiros, fecharam acordo sobre o encontro desta terça-feira (29) do PMDB. A reunião deve definir o desembarque, ou não, do partido da base do governo Dilma Rousseff.

O acordo entre Temer e Calheiros foi no sentido de decidir que a saída do PMDB da base será feita por aclamação, e não por voto nominal.

Ainda de acordo com informações da Globo News, os sete membros do PMDB que dirigem ministérios não irão ao encontro e, caso o rompimento aconteça, os membros do PMDB terão até o dia 12 para deixar os cargos.

Crianças acorrentadas pela tia somem após serem libertadas no sul da Bahia

correntes_criancas

Dois meninos de sete e nove anos estão desaparecidos no distrito de Itabatã, no município de Mucuri, no sul da Bahia, desde o domingo (27), após serem libertados por vizinhos depois de terem os pés acorrentados pela tia. De acordo com o Conselho Tutelar da cidade, a parente, que cuidava das crianças, contou que amarrou os meninos porque eles costumavam praticar roubos e precisou viajar no sábado (26) para a cidade de Itamaraju.

Segundo a conselheira tutelar Maria D’Ajuda Oliveira da Silva, as crianças conseguiram sair de casa e andaram cerca de 30 metros na manhã de domingo (27), quando as correntes foram retiradas pelos vizinhos. Integrantes do conselho chegaram a fazer buscas pela região no domingo, mas não conseguiram localizar os meninos.De acordo com a conselheira, a tia das crianças já havia procurado o órgão relatando que eles tinham roubado bicicletas. “Eles foram orientados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Centro de Referência de Assistência Social (Cras)”, conta Maria D’Ajuda. A retirada das correntes pelos vizinhos chegou a ser filmada e publicada na internet, mas, conforme a conselheira, a pessoa que realizou a filmagem ainda não foi localizada. O caso foi denunciado ao conselho por meio de denúncia anônima por telefone, no domingo.

A tia das crianças retornou de Itamaraju à Mucuri ainda no domingo e foi ouvida pelo conselho. “A tia, que é lavradora, relatou que tinha que viajar e, para as crianças não fugirem, decidiu acorrentar. Eles roubavam e ela diz que não conseguia conter a situação”, conta Maria D’Ajuda. Segundo a conselheira, a parente cuida dos menores porque a mãe tem problemas com álcool e o pai morreu. Segundo Maria D’Ajuda, o desaparecimento e a denúncia de maus tratos contra as crianças serão informados à delegacia da cidade nesta segunda (28).

Caixa aumenta juros para financiamento da casa própria

É a primeira vez no ano que o banco sobe os juros para crédito imobiliário. Taxa para não clientes passa de 9,9% para 11,22% ao ano

caixa
Reajuste deve ser seguido pelos demais bancos, já que a Caixa é o principal financiador de imóveis do país(Daniel Teixeira/AE/VEJA)

A Caixa Econômica Federal aumentou os juros para financiar a casa própria com recursos da poupança. A taxa balcão – para clientes que não são da Caixa – passa de 9,9% para 11,22% ao ano, para compra de imóveis pelo Sistema Financeiro Habitacional (SFH).

Já para o Sistema Financeiro Imobiliário (SFI), que costuma financiar imóveis acima de 750.000 reais, a taxa para não clientes subiu de 11,5% para 12,5% ao ano. Os valores das novas tributações entraram em vigor na quinta-feira, véspera do feriado de Páscoa.

As novas taxas valem para financiamento de imóveis residenciais, comerciais e mistos. As taxas dos financiamentos com recursos do Programa Minha Casa Minha Vida e do FGTS não sofreram alteração.

É a primeira vez no ano que o banco eleva os juros para crédito imobiliário. O último reajuste ocorreu em outubro do ano passado, quando para não clientes a taxa passou de 9,4% para 9,9% pelo SFH. Já para o SFI havia subido de 11% para 11,5%.

Segundo o banco, “a alteração é decorrente de alinhamento ao atual cenário econômico”. Nos últimos reajustes, a Caixa atribuiu a alta ao aumento da taxa básica de juros (Selic), que está em 14,25% desde setembro de 2015.

O reajuste deve ser seguido pelos demais bancos, já que a Caixa é o principal financiador de imóveis e os índices praticados por ela servem de piso para o resto do mercado.

A decisão acontece duas semanas após a Caixa ter decidido aumentar de 50% para 70% o limite de financiamento de imóveis usados e reabrir o financiamento do segundo imóvel como medidas para reaquecer o setor em meio à crise econômica.

Crise provoca o fechamento de mais de 4 mil fábricas em São Paulo

desemprego

A crise que paralisa a economia brasileira deixa um rastro de empresas desativadas. Só no Estado de São Paulo, 4.451 indústrias de transformação fecharam as portas no ano passado, número 24% superior ao de 2014, quando 3.584 fabricantes deixaram de operar, segundo a Junta Comercial.

O quadro se estende por todo o País, formando um cemitério de fábricas de variados setores, muitas delas fechadas definitivamente, algumas em busca de alternativas para voltar a operar e outras à espera de compradores.

Muitos trabalhadores demitidos não receberam salários e rescisões. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre novembro e janeiro, a indústria brasileira fechou 1,131 milhão de vagas, número recorde para um trimestre.

“As fábricas fechadas e os empregos perdidos viraram pó; não há como reverter esse quadro nos próximos anos”, diz Fabio Silveira, diretor de pesquisas econômicas da consultoria GO Associados.

Algumas das fabricantes foram líderes em seus segmentos, mas não resistiram à queda da demanda e aos altos custos de impostos, energia, juros elevados e à falta de investimentos que secaram, em parte, em razão da queda da confiança no País, somado a erros administrativos e estratégicos.

A desativação de indústrias segue em níveis alarmantes neste ano. Um exemplo é o da cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo, onde, só na semana passada, ocorreram anúncios de encerramento de atividades produtivas das metalúrgicas Eaton, Maxion e Randon. (Estadão)

Há outros áudios de Lula que não tiveram divulgação autorizada por Moro

Moro-Lula-300x152Moro deixou fora áudios constrangedores de Lula com aliados políticos.

Por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal Teori Zavascki, o juiz federal Sergio Moro encaminhará em breve a justificativa para ter liberado a divulgação de áudios envolvendo o ex-presidente Lula em sua tentativa de se tornar ministro da Casa Civil.

Moro dirá que selecionou as gravações ligadas ao esforço do governo de obstruir o trabalho da Justiça e as relacionadas à ocultação de patrimônio. Ficaram de fora áudios constrangedores de Lula com aliados políticos.

Suspeito de assalto é espancado por populares em Simões Filho; veja o vídeo

POPULAÇÃOUm suspeito de assaltado foi espancado por populares em Simões Filho, no Centro de Abastecimento da cidade, na manhã desta segunda-feira (28). Segundo testemunhas, ele e um comparsa tentaram roubar um carro e chegaram a retirar a carona do veículo, quando para a surpresa dos bandidos, populares reagiram.

Um dos suspeitos conseguiu fugir, enquanto o outro foi capturado e espancado por várias pessoas que passavam pelo local. Para a sorte do suspeito, policiais militares chegaram e impediram o espancamento. Confira o vídeo:

FAMÍLIA SOFRE COM O DESAPARECIMENTO DO CÃOZINHO BABALOO

BABALOO1 Na última quinta-feira (23) por volte de 14:00 hs, um Cãzinho de cor preta e que atende pelo nome de Babaloo, saiu de casa para dar um passeio na rua, o mesmo avistou outros Cãozinhos e acabou seguindo os mesmo.

O Cãozinho Babaloo, acabou se perdendo pois ficou envolvido com os outros animais e não conseguiu encontrar o caminho de casa.

O Cãozinho Babaloo foi visto pela última vez, na rua, Edmundo Alves de Souza conhecida como “Rua dos Bichos” no bairro Clodoaldo Costa.BABALOO

A família sofre com o desaparecimento do Animalzinho querido e pede para quem encontrou ou encontrar, entrar em contato pelos fones: 77-3261-9870 ou 77- 99996-4294.

Quem encontrou ou encontrar, Será bem gratificado.

Censo escolar aponta que 3 milhões de crianças entre 4 e 17 anos estão fora da escola

sensoDados do Censo Escolar 2015 indicam que 3 milhões de pessoas entre 4 e 17 anos de idade estão fora da escola no Brasil. A pesquisa divulgada pelo Ministério da Educação indica ainda que as matrículas diminuíram em todas as etapas de ensino, menos na creche, que atende as crianças até os 3 anos de idade.

A educação entre 4 e 17 anos é considerada obrigatória no país e o Plano Nacional de Educação (PNE) estipula que todas as crianças e jovens nessa faixa etária devem estar matriculadas.

O Censo também mostra que a pré-escola, voltada para crianças de 4 e 5 anos, teve uma redução de 1% de matrículas em relação a 2014, passando de 4,96 milhões para 4,92 milhões, aproximadamente. Quanto ao ensino médio, houve redução de 2,7% nas matrículas e o número de estudantes passou de 8,3 milhões para 8,1 milhões.

“Nos dois casos, ainda tem um percentual alto de crianças fora da escola e a gente não pode desperdiçar essa janela de oportunidade, de conseguir inserir mais crianças na rede escolar”, diz a superintendente do Todos Pela Educação, Alejandra, Meraz Velasco.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia