9Depois de uma exaustiva reunião que durou cerca de 4 horas, o prefeito Rodrigo Hagge e sua equipe de governo decidiram cortar os próprios salários em 30%, para não extrapolar os índices prudenciais da Lei de Responsabilidade Fiscal neste exercício de 2017.

Além do prefeito, do vice Renan Pereira e dos secretários de governo, os salários dos diretores do SAAE e coordenadoria da Comutran também serão diminuídos em 30%, até o encerramento do exercício e o consequente ajuste das contas.

Outra medida adotada pelo prefeito e sua equipe foi o corte linear de todas as gratificações, incluindo a famosa RTI, que atingirá a todos os detentores de cargos em comissão (nomeados), sem exceção.

CORTE DE ATÉ 30% NOS CONTRATOS

Em contato com o Sudoeste Hoje, Rodrigo Hagge informou que determinou a todas as secretarias do seu governo a redução de até 30% nos contratos celebrados com fornecedores e prestadores de serviços, mas garantiu que nenhuma ação do seu governo sofrerá solução de continuidade em função desses cortes.

Rodrigo lembrou que essas medidas são recomendadas pelo TCM e já vêm sendo adotadas pela maioria dos municípios, em decorrência da diminuição de receitas e do aumento acelerado nas despesas municipais.

As medidas são transitórias e devem ser reavaliadas após o necessário e esperado equilíbrio fiscal exigido por lei. Vale lembrar que Rodrigo herdou uma dívida de mais de R$ 70 milhões do seu antecessor, sem falar do total sucateamento dos equipamentos municipais, incluindo escolas, postos de saúde e maquinário.

Por Davi Ferraz