Nesta quinta e sexta-feira, a prefeitura de Itapetinga distribuiu, pela segunda vez, kits merenda escolar para os alunos da rede municipal. Em maio, ciente da importância da escola, também, na segurança alimentar, a prefeitura distribuiu os kits para os mais de 11.000 matriculados na rede.

Nesta semana, novamente, 60 toneladas de alimentos foram distribuídas para que os alunos não fiquem sem uma das refeições que era feita na unidade escolar.

Os kits foram distribuídos na sede, distrito e também no povoado, mantendo a entrega de um kit por aluno e não por família. Assim, a prefeitura chegou a entregar 9 kits a um só grupo familiar.

“A gente entende que a merenda escolar é, em muitos casos, uma importante refeição para o aluno. Assim, se a gente quer oferecer segurança alimentar, a gente precisa distribuir os kits para cada um deles”, explicou o prefeito Rodrigo Hagge.

Segundo a secretária de educação, Ieda Xavier, é preciso ressaltar o compromisso da gestão com essa distribuição, porque as verbas destinadas para a merenda não são suficientes para a compra do material. “Nós recebemos para a merenda o valor de R$ 109 mil. Os kits ficaram custaram, ao todo, R$ 253 mil”, explicou a secretária.

“Muitos municípios da região têm tido dificuldade nessa distribuição. As verbas são insuficientes, mas a necessidade é urgente. Por isso, a prefeitura decidiu arcar com parte do custo dos kits”, afirmou Rodrigo Hagge.

“Nós sabemos que esta crise vai passar, mas no momento está muito difícil. Muitas pessoas estão afastadas do trabalho, não tá tendo como trabalhar, ter o alimento para dentro de casa. Mas este kit veio para abençoar as nossas vidas e eu creio que assim como está me abençoando, está abençoando também muitas outras famílias”, disse Edna Moitinho, mãe de Esther, do Centro Educacional Nair de Carvalho.