sebrae
banner-130
engen22
mineraz
janeiro 2022
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: 23/jan/2022 . 21:32

SAÚDE PRORROGA POR 30 DIAS CUSTEIO DE LEITOS DE UTI PARA COVID-19

Leitos de UTI Covid-19

Ministério da Saúde vai prorrogar por mais 30 dias a ajuda de custo dada a estados e municípios para a manutenção de leitos de UTI (unidade de terapia intensiva). A prorrogação das UTIs atende às demandas do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e do Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde).

Em nota publicada neste domingo (23), a pasta informa que a prorrogação abrange o custeio de 14.254 mil leitos de UTI para o atendimento de pacientes de Covid-19 adulto e pediátrico. No texto, o ministério justifica a prorrogação da ajuda de custo devido ao aumento de infecções de  Covid-19 acelerado pela variante Ômicron.

RK

BOLSONARO SANCIONA LEI QUE REGULAMENTA SUBSÍDIOS PARA MINIGERADORES DE ENERGIA ELÉTRICA POR MAIS 25 ANOS

O presidente Jair Bolsonaro sancionou o projeto de lei 5829/2019 que institui o Marco Legal da Geração Distribuída. De acordo com a nova Lei nº 14.300, as unidades consumidoras já existentes poderão continuar usufruindo, por mais 25 anos, dos benefícios concedidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) por meio do Sistema de Compensação de Energia Elétrica (SCEE).

O professor de Engenharia Elétrica da Universidade de Brasília, Ivan Camargo explica que, segundo o artigo 17 da nova lei, “as unidades consumidoras [da Geração Distribuída] vão ter que pagar por todas as outras componentes tarifárias [após um período de transição]”. Dessa forma, o subsídio não impactará mais sobre os demais consumidores, depois do período transicional de 25 anos.
Ivan Camargo acredita que é importante não onerar os consumidores que não possuem micro e minigeradores com esses subsídios. “Tem que ser algo equilibrado.

Tem que dar todos os incentivos para aumentar a geração distribuída, mas evidentemente sem sobrecarregar os outros consumidores. Se eu não pago, outra pessoa vai pagar. Tem que ter muito cuidado e tempo definido, para uma política pública muito clara”, afirma.

RK

PRODUTORES LANÇAM CAMPANHA ” PEGA LEVE RUI COSTA ” APÓS REDUÇÃO DE PÚBLICO EM SHOWS

Produtores lançam campanha 'Pega Leve Rui Costa' após redução de público em shows

Uma campanha em favor dos eventos em Salvador foi lançada neste sábado (22) por produtores culturais. A campanha “Pega Leve Rui Costa” aborda as consequências dos cancelamentos de eventos em Salvador, após os decretos estaduais de redução de público. Diversos eventos foram cancelados ou adiados nos últimos dias, após a redução de público para 1,5 mil pessoas.

A campanha é liderada pela Salvador Produções e Pida, com o objetivo de mostrar que a classe não pode ser a única responsabilizada pelo avanço da Covid-19 no estado.

“Sofremos sozinhos as penalidades como se fôssemos os vilões da pandemia e os únicos responsáveis pela propagação do vírus” , afirmaram em publicação.

Os produtores culturais também explicam que o cancelamento dos eventos causa prejuízos para diversas pessoas, como porteiros, garçons e seguranças. “Em um evento de 5 mil pessoas , são gerados mais de 500 empregos temporários. Cancelar um evento de médio porte é tirar a renda de muitas famílias”. O manifesto diz ser a favor das medidas de segurança, como a exigência de comprovação de vacinação. “Estamos chegando no limite, e sem o apoio do governo fica quase impossível aguentar”, finalizam.

RK

60 AGÊNCIAS BANCÁRIAS FORAM FECHADAS NA BAHIA DEVIDO AO NOVO SURTO DA COVID-19

Ao menos 60 agências bancárias localizadas na Bahia estão fechadas em razão do surto de Covid-19. O número tem crescido há pelo menos uma semana devido a funcionários infectados precisam ser afastados das atividades e não há como manter as portas abertas.

Segundo o Sindicato dos Bancários, os bancos são cobrados para que forneçam testes para detecção da doença às equipes, incluindo vigilantes e demais prestadores de serviços terceirizados. As agências, conforme a entidade, têm registrado alta taxa de infectados.

Um dos bancos afetados, o Bradesco afirmou em nota que em caso de confirmação de funcionário com coronavírus, a opção é pelo fechamento temporário da unidade para realização do processo de sanitização no prédio: “Trata-se de medida preventiva que tem o objetivo de evitar o risco de propagação da doença”.

RK

COVID MATA QUATRO VEZES MAIS CRIANÇAS DE 0 A 4 ANOS NO BRASIL QUE MAIORES DE 5 ANOS

Crianças de 0 a 4 anos são mais vulneráveis ao novo coronavírus do que o público infantil de 5 a 11, faixa etária que entrou no plano nacional de vacinação contra a Covid-19.

Oficialmente, o Brasil registrou 1.544 mortes de crianças de 0 a 11 anos por Covid-19 desde o início da pandemia. Do total, 324 delas tinham de 5 a 11. Entre 0 e 4, o número de óbitos alcançou 1.220, o que representa quase quatro vezes mais ocorrências que na faixa acima de 5.

Levantamento da Vital Strategies -organização global composta por especialistas e pesquisadores com atuação junto a governos- avalia ainda que há subnotificação de dados e projeta a omissão de 2.537 mortes no balanço da Covid.

Isso ocorre porque, como não há um diagnóstico do motivo da morte em alguns casos de SRAG (síndrome respiratória aguda grave), os óbitos entram nas estatísticas como SRAG por causa não especificada.
Com isso, o total estimado pode chegar a 4.081 mortes de crianças por Covid. Os números chegariam então a 3.249, de 0 a 4 anos, e 832, de 5 a 11 anos.

Questionado sobre subnotificações e as estimativas da Vital Strategies, o Ministério da Saúde não se manifestou.

A médica epidemiologista e especialista sênior da Vital Strategies Fatima Marinho explicou que existem diferentes motivos que levam à falta de um diagnóstico, como a baixa testagem, colapso no sistema de saúde e acesso desigual à assistência.

A SRAG é uma condição do paciente que pode ser causada tanto pelo novo coronavírus quanto por outros vírus respiratórios, como o H1N1, agente infeccioso da Influenza A (gripe). Os dados foram coletados no Sivep-Gripe (Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe), do Ministério da Saúde.

Marinho disse que para chegar a essa projeção foi feita a redistribuição de óbitos de SRAG não especificados considerando a série histórica de anos anteriores à pandemia -no caso 2018 e 2019.

:: LEIA MAIS »

SESAB REGISTRA AUMENTO DE 723% DE CASOS DE COVID-19 EM 22 DIAS

De acordo com a Secretária de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o laboratório Lacen registou nos últimos 22 dias um aumento de 723% de casos positivos para a Covid-19.

Mais de quatro mil testes diários estão sendo feitos no estado. A cada 100 exames analisados, o número saltou de 6,55 testes positivos para 53,92 neste período.

Ainda de acordo com a Sesab, o estado tem no momento 19.665 casos ativos de Covid-19. A última vez que número maior que esse foi registrado ocorreu em 14 de março de 2021, quando 20.474 casos ativos foram registrados.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia