banner-130
engen22
mineraz
gerado por GADWP 

:: ‘Redes Sociais’

WhatsApp bloqueado: operadoras são intimadas a barrar app no país por 48h

zap1

WHATSAPP App é bloqueado por 48h, decide Justiça

Bloqueio é válido a partir da 0h de quinta-feira (17) em todo o Brasil.
Sindicato de Vivo, Claro, Tim e Oi confirma determinação judicial.

As principais operadoras de telefonia móvel do Brasil foram intimadas pela Justiça nesta quarta-feira (16) a bloquear o aplicativo de mensagens WhatsApp em todo o território nacional por 48 horas. O bloqueio vale a partir da 0h de quinta-feira (17).

O recebimento da determinação judicial foi confirmado pelo Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviços Móvel Celular e Pessoal, o SindiTelebrasil, que representa as operadoras Vivo, Claro, Tim, Oi, Sercomtel e Algar.

O Tribunal de Justiça de São Paulo afirma que a decisão partiu da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo e corre em segredo de justiça em uma ação criminal. Segundo o TJ-SP, o WhatsApp não atendeu a uma determinação judicial de 23 de julho de 2015. A empresa foi notificada mais uma vez em 7 de agosto, com uma multa fixada em caso de não cumprimento.

O WhatsApp não atendeu à determinação novamente, de acordo com o TJ-SP. Por isso, “o Ministério Público requereu o bloqueio dos serviços pelo prazo de 48 horas, com base na lei do Marco Civil da internet”.

Eduardo Levy, presidente do SindiTeleBrasil, diz que as operadoras são obrigadas a atender a determinação e que não é do interesse delas bloquear o WhatsApp no país. “Temos interesse em regras que sejam mais leves para o setor”, disse Levy ao G1.

Histórico
Essa não é a primeira tentativa de bloquear o WhatsApp no país. Em fevereiro, um juiz de Teresina (PI) determinou que as operadoras suspendessem temporariamente o acesso ao app de mensagens.

O motivo seria uma recusa do WhatsApp em fornecer informações para uma investigação policial que vinha desde 2013.

Vice-presidente do Facebook é preso após não divulgar informações para a Polícia Federal

facebookRede social descumpriu ordens judiciais que exigiam a liberação de informações presentes na página

A Polícia Federal prendeu preventivamente, na manhã desta terça-feira (1º), o vice-presidente do Facebook na América do Sul, Diego Dzodan. Ele foi preso enquanto ia para o trabalho, no bairro Itaim Bibi, zona sul da capital paulista.

Segundo a PF, a rede social descumpriu ordens judiciais que exigiam a liberação de informações presentes na página. Os dados seriam usados na produção de provas de investigações ligadas ao crime organizado e ao tráfico de drogas, que tramitam em segredo de justiça no Juízo Criminal da Comarca de Lagarto, em Sergipe.

Diego Dozdan é argentino e mora no Brasil. Ele prestou depoimento na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, onde permanecerá preso à disposição da Justiça.

Lei proíbe mulheres solteiras de usarem telefone celular

mulher com celularUma cidade indiana chamada Suraj decidiu proibir que mulheres solteiras usem o telefone celular. “Os dirigentes da comunidade estimam que, assim como no caso do álcool, o uso de celulares pelas mulheres solteiras constitui um dano à sociedade”, afirmou à agência France Presse Devshi Vankar, o chefe da aldeia.

Para Vankar, o uso de celular distrai as mulheres e as afasta dos estudos e das tarefas domésticas. Como penalidade para quem descumprir a proibição, o conselho da aldeia determinou uma multa de R$ 135. Moradores ganharão um bônus em dinheiro para denunciar infratoras.

Mulher rejeita desafio, diz que detesta ser mãe e é bloqueada no Facebook

mãe ingrataUm desafio para mães nas redes sociais acabou gerando polêmica depois que uma carioca de 25 anos compartilhou seu desabafo sobre a maternidade. A proposta para as mães era: postar três fotos que mostrassem a felicidade e orgulho em ser mãe. Mas Juliana Reis fez diferente, escrevendo um texto em que revela que odeia ser mãe. Ela acabou tendo o perfil bloqueado no Facebook depois de ser denunciado várias vezes.

“Quero deixar bem claro que amo meu filho, mas odeio ser mãe”, diz Juliana em um trecho do post, que teve quase 80 mil curtidas e viralizou no Facebook. Comentários de apoio, de crítica e alguns afirmando que Juliana sofre de depressão pós-parto apareceram.

Juliana contou que não esperava que o texto tomasse a proporção que tomou e que pretendia apenas compartilhar ideias com amigos. “Está tudo bem que seja doloroso”, diz ela.  “Nunca ia imaginar, nem em sonho, que chegasse a esse ponto e fiquei extremamente chateada com o bloqueio do Facebook. Já denunciei muitas páginas que incitam ao ódio e nunca vi um bloqueio como o que sofri e, mesmo assim, aconteceu comigo em apenas um dia. Estou chateada por ter sido forçada a me calar”, disse ela ao Extra.

Entre os problemas apontados por Juliana estão as cobranças na gravidez, a decepção por não conseguir ter um parto normal e as dores de amamentar o filho. Ela nega que tem depressão pós-parto. Uma de suas amigas criou a campanha #tamujuntajuliana logo após o bloqueio do perfil da carioca.

Juliana decidiu compartilhar sua experiência real com o pequeno Vicente

:: LEIA MAIS »

Os jovens estão abandonando o Facebook. Saiba o porquê!

faceeMesmo que seja a rede social com o maior número de usuários no mundo, o Facebook já deixou de ser o ‘ponto de encontro’ dos mais jovens, uma tendência que está também presente em outras redes sociais como o Instagram ou o Twitter.

A professora associada Felicity Duncan escreve no Quartz que esta realidade se deve a vários fatores, principalmente relacionados com o fato das maiores redes sociais estarem hoje em dia repletas de parentes próximos e de ‘figuras de autoridade’, tendo assim uma visibilidade que não desejam.

Esta visibilidade pode ainda ser utilizada contra eles em situações futuras, por exemplo, quando concorrerem a futuros empregos. Ao contrário do Snapchat e de aplicativos de mensagens como o Messenger ou o WhatsApp, as fotografias colocadas no Facebook ou Instagram têm um caráter permanente e poderão ser utilizadas contra eles em algum momento da vida.

Calcinha Preta perde Paulinha Abelha e Silvânia e cantoras anunciam trio com Diau

Calcinha Preta
Cartaz está sendo divulgado no WhatsApp e redes sociais

Através de um vídeo no Facebook Paulinha Abelha e Silvânia Aquino anunciaram a saída da banda Calcinha Preta na tarde desta quinta-feira (11).  Segundo as cantoras, o novo projeto terá o apoio dos sertanejos Fernando e Sorocaba.

“Meus amores, venho comunicar nosso desligamento da banda Calcinha Preta. Eu, Silvânia Aquino e Daniel Diau, contamos com o apoio de cada um , nessa nova etapa. Eu amo vocês, obrigada por todo carinho. Estaremos sempre juntos. Fui Abelha, Jesus no comando sempre”, escreveu Paulinha na rede social.

As cantoras anunciaram que voltam a cantar com Daniel Diau, que estava em carreira gospel. Ainda durante a tarde, vazou um àudio de Silvânia Aquino confirmando sua saída da banda Calcinha Preta através do Whatsapp da Monica Aquino. Ouça:

Começar de novo

Ao site “G1 Sergipe”, a cantora contou que a ideia era antiga e que os três estavam amadurecendo. “Agora decidimos que é a hora de deixar a banda e seguir para o novo projeto. Queremos conquistar novos espaços. Já sai da banda, integrei outra, fiz uma dupla de forró com o Marlus mas tivemos que retornar”, disse

“Agora é outro momento e vamos começar de novo. A nossa história com a Calcinha Preta foi linda e levamos todos os fãs e momentos especiais. O ciclo foi encerrado e estamos prontas para iniciar outro”, disse Paulinha Abelha ao site.

Paulinha entrou na Calcinha Preta em 1998, gravou 21 CDs e três DVDs,deixou a banda em 2009, integrou a GDÓ do Forró com Marlus Viana e depois formou com ele a primeira dupla de forró do Brasil. Em 2014, os cantores retornaram a Calcinha Preta e foram abraçados pelos fãs. Os cantores eram casados e anunciaram a separação em 2015.

Silvânia Aquino entrou na banda no fim em 1999, gravou 22 CDs e quatro DVDs. Fez muito sucesso cantando canções românticas com Daniel Diau e se destacou em 2009 com o hit ‘Você não vale nada’, que gravou com Bell Óliver, fez parte da trilha sonora de Caminho das Índias e deu a banda muitos prêmios naquele ano como ‘Melhores do Ano’, da Globo, e Troféu Imprensa, do SBT.

Já Daniel Diau, se consagrou como o rei do forró, fez parte da banda de 1998 a 2003, e de 2005 a 2008. Em seguida montou um projeto gospel e negou especulações de retorno a Calcinha Preta. A despedida de Paulinha e Silvânia nos vocais da Calcinha Preta ocorreu no início da semana durante o carnaval em Salvador. Calcinha Preta puxou o bloco Cheiro.

20 anos de Calcinha Preta 

Neste ano, Calcinha Preta comemora 20 anos, ao longo da carreira gravou quase 30 CDs e quatro DVDs e já ultrapassou a marca de 10 milhões de CDs e DVDs vendidos. Sendo considerada uma das grandes bandas de forró da atualidade, o grupo sergipano atualmente trabalha a música “A Dona do Barraco”, tema de Adisabeba (Susana Vieira), na novela “A Regra do Jogo”.

Veja a postagem no Facebook anunciando a saída:

 

ATUALIZAÇÃO DO WHATSAPP PERMITE INCLUIR ATÉ 256 PESSOAS EM GRUPOS

ATUALIZAÇÃO DO ZAPUma atualização recente do WhatsApp expandiu o número máximo de pessoas que se pode incluir em grupos do aplicativo de 100 para 256. A novidade já está disponível para Android e iOS, e deve chegar em breve para Windows Phone e Blackberry.

Para Android, o aumento no limite de pessoas num grupo só pode ser visto a partir da versão 2.12.367, de acordo com o NDTV. No iOS, por outro lado, essa mudança aparece a partir da versão 2.12.13. Nos dois sistemas, as versões mais recentes do WhatsApp disponível no site do aplicativo já traz a novidade.ZAPPVentureBeat especula que a mudança pode estar relacionada à ambição do aplicatico de conectar consumidores a marcas para gerar renda. Empresas poderiam criar grupos com seus clientes para discutir seus serviços e fazer pesquisas sobre novidades que pretendem oferecer.

No primeiro dia do mês, o WhatsApp anunciou que havia chegado a 1 bilhão de usuários. Atualmente, os usuários do aplicativo trocam 42 bilhões de mensagens e compartilham 1,6 bilhões de fotos e 250 milhões de vídeos por dia.

WhatsApp chega a 1 bilhão de usuários ativos mensais

zap1O aplicativo de mensagens WhatsApp anunciou nesta segunda-feira (1º) que superou a marca de 1 bilhão de usuários em todo o mundo. O número representa alta de 11% em relação a setembro do ano passado, quando o serviço anunciou que havia chegado a 900 milhões de usuários.

No total, de acordo com a empresa, mais de 42 bilhões de mensagens são trocadas entre usuários por meio do aplicativo todos os dias. Além disso, 1,6 bilhão de fotos são compartilhadas, além de mais de 250 milhões de vídeos. No total, mais de 1 bilhão de grupos estão ativos em todo o mundo. De acordo com o WhatsApp, o Brasil é o país com maior número de grupos ativos no serviço e um dos mais importantes mercados para a empresa.

“Nós nos inspiramos pela maneira como as pessoas usam o WhatsApp no Brasil”, disse a empresa, em nota. Em dezembro, quando o WhatsApp foi bloqueado pela Justiça no Brasil, o fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, revelou que mais de 100 milhões de brasileiros usavam o aplicativo de mensagens.

:: LEIA MAIS »

Conexão 4G no Brasil pode chegar a 42 milhões de aparelhos em 2016

CELULARESCada vez mais popular entre os usuários de smartphones, a conexão 4G poderá alcançar a marca de 42 milhões de aparelhos. em 2016.

A GSMA Intelligence, que estuda e publica estatísticas sobre o cenário da telefonia mundial, divulgou uma pesquisa que indica que o país vai somar 42 milhões de aparelhos habilitados e conectados a redes 4G, o que significa um aumento de 87% em relação a 2015, quando as conexões do mesmo tipo chegaram a 23 milhões de aparelhos.

Ainda segundo o estudo, citado pelo site ‘Adrenaline’, o Brasil é o maior mercado da América Latina e no geral das conexões (3G e 4G), foram 267 milhões até dezembro do ano passado, sendo que as conexões 4G representaram 9% desse montante.

Para 2016, a previsão é de que a soma das conexões 3G e 4G conexões chegue a um total a 278 milhões.

VEJA COMO UMA “SELFIE” NÃO TERMINA BEM

TUBARÃO

Na semana passada, um turista japonês de 66 anos e um de seus colegas de viagem rolaram escadaria abaixo no monumento indiano Taj Mahal. Um deles veio a falecer, enquanto o outro sofreu ferimentos na perna.

Até aqui, nada de muito incomum, correto? Uma notícia de um acidente cotidiano.

Entretanto, algo não vai parecer muito sensato, se soubermos que o final trágico ocorreu por que eles tentavam, na verdade, achar um melhor ângulo para tirar uma “selfie”. (1)

Em Moscou, citando apenas outro exemplo, uma mulher de 21 anos ficou entre a vida e a morte ao disparar uma arma de maneira acidental, enquanto se preparava para uma “selfie” mais “ousada”.

No mesmo país, registrou-se também o caso de um grupo de jovens que foi eletrocutado ao encostar em fios de alta tensão quando se alinhavam para tirar uma “selfie” sobre os trens. (2)

Achou pouco? Calma, tem mais.

Na Espanha, um homem de 32 anos estava participando do festival anual de corrida de touros na cidade de Villaseca de la Sagra e, na tentativa de tirar uma “selfie” junto a um dos animais, foi chifrado mortalmente. (3)

Nos Estados Unidos, o Parque Colorado está enfrentando problemas de segurança dos visitantes, pois, na tentativa de registrar uma boa “selfie”, a distância mínima de segurança dos ursos não está sendo observada. Para evitar problemas, o parque decidiu fechar as portas. (4)

wollertz - fotolia

wollertz – fotolia

No parque nacional de Yellowstone uma mulher se aproximou tanto de um bisão, na tentativa de uma “ótima” selfie, que acabou sendo atacada. A coisa está tão séria que o Serviço Florestal dos EUA está emitindo “avisos”. (5,6)

Outro registro: uma romena, fã de selfies, morreu após ser eletrocutada ao tentar fazer um autorretrato no alto de uma estação de trem na cidade de Iasi, nordeste da Romênia. (7)

Veja que os exemplos não param.

Para se pensar

Os autorretratos digitais, uma nova forma de expressão social, além de marcar um momento ou registrar um acontecimento, sabe-se que são uma das forças motrizes mais significativas por trás do comportamento atual de autopromoção.

O fenômeno cultural da “selfie” expõe assim um desejo humano de se sentir notado, apreciado e, principalmente, reconhecido.

Em uma época em que as imagens podem ser compartilhadas de maneira quase que infinita, a imagem que hoje é postada pode ser aperfeiçoada em uma riqueza ilimitada de detalhes, constituindo aquilo que se denomina de “exuberância do momento”.

© berc - fotolia

© berc – fotolia

Veja só: dados apresentados pela Samsung, por exemplo, demonstram que essa tendência é tão expressiva que 36% dos instantâneos tecnológicos não são publicados da forma que foram tirados, mas que, na verdade, são retocados pelos seus donos antes de seguirem para seu destino final (redes sociais, como Facebook, 48%, Whatsapp, 27% etc).

:: LEIA MAIS »

MALDADE: HOMEM ESPANCA EX NAMORADA E DEBOCHA NO WHATSAPP

ex truculentoJoão Paulo Borges, de 27 anos, deixou a ex-namorada, Bruna Marsanovic, 21, em um estado lastimável. Torturada e espancada, a jovem está internada na UTI do Hospital das Clínicas de São Paulo. Um print de uma conversa de WhatsApp revela que João Paulo, ao saber da possibilidade de Bruna não mais andar, enviou uma grande risada. Ao irmão da vítima, ele disse ainda que não tem a menor chance de ficar preso.

VEJA A LISTA DOS APPS QUE IMPACTAM O DESEMPENHO DO SEU ANDROID DEIXANDO-0 LENTO E ATÉ TRAVANDO: VEJA A LISTA

android-doente-soro-virus-1341865142790_956x500De acordo com um levantamento realizado pela AVG Technologies, o Snapchat é o aplicativo que mais consome dados e bateria de smartphones Android. O levantamento avaliou a performance de aplicativos ao longo dos últimos três meses.

Segundo a AVG, o aplictivo conseguiu superar outras “dragas” de bateria e dados como o Facebook e o Spotify por utilizar, ao mesmo tempo, as câmeras, as redes (WiFi ou redes móveis) e o GPS dos aparelhos. Por esse motivo, ele liderou a lista dos aplicativos iniciados pelo usuário que mais consomem dados e energia. Atrás dele, ficaram Amazon Shopping UK, Spotify, Line e o Smasung watchON.

A empresa diferenciou, em seu levantamento, os aplicativos que são iniciados pelo usuário e os que são inicializados automaticamente pelo sistema. Nessa categoria, os maiores “vilões de performance” foram Facebook, Google Play Services, Facebook Pages Manager, BBM e o jogo Words With Friends.

Ao todo, o estudo coletou anonimamente dados de mais de um milhão de usuários de Android. Os dados foram coletados a partir de registros do sistema que o próprio sistema operacional cria para gerenciar o seu uso de recursos.

Veja abaixo os aplicativos que mais consomem bateria, dados e armazenamento:

Maior impacto na performance (iniciado pelo usuário):
1) Snapchat
2) Amazon Shopping UK (aplicativo da Amazon do Reino Unido)
3) Spotify
4) LINE (mensagens instantâneas)
5) Samsung WatchON (aplicativo de streaming da Samsung)

Maior impacto na performance (iniciado pelo sistema):
1) Facebook
2) Google Play Services
3) Facebook Pages Manager
4) BBM
5) Words With Friends

Maior impacto na bateria (iniciado pelo usuário):
1) Samsung WatchON
2) Snapchat
3) Amazon Shopping UK
4) BBC News
5) Walmart

:: LEIA MAIS »

EXTENSÃO PARA CHROME PROMETE MOSTRAR QUEM FUÇOU SEU FACEBOOK

FACE55Um novo recurso na extensão para o Google Chrome Facebook Flat promete mostrar aos usuários quem anda visitando seu perfil na rede social. No passado, um recurso semelhante chegou a fazer bastante sucesso no Orkut, mas algo do tipo nunca foi incorporado à rede de Zuckerberg.

FACE56

Como funciona?

De acordo com a desenvolvedora, o item ‘Profile Visitors’ mostra as 20 pessoas que costumam visitar a página do usuário no Facebook, listadas por ordem de frequência de visitas.

Não há como garantir que o recurso entrega realmente o que promete. Em testes realizados na redação doOlhar Digital, percebemos que os amigos listados no ranking são, em sua maioria, pessoas com as quais interagimos com mais frequência.

Além da novidade, o Facebook Flat também modifica o layout da rede social e, de acordo com o seu desenvolvedor, Rof Tentik, pode melhorar o desempenho da página.

WHATSAPP DEVE EM BREVE, POSSIBILITAR CHAMADAS EM VÍDEO

chamadas de vídeoO WhatsApp está a um passo de liberar chamadas em vídeos para os seus usuários. O recurso, segundo o portal alemão Macerkopf, tem sido testado pela empresa e deve ser liberado aos aparelhos iOS, antes mesmo dos celulares com Android. Não se sabe, porém, a data.

A opção estaria disponível na versão 2.12.16.2 do aplicativo, que ainda está na fase de testes. Atualmente, a versão oficial do WhatsApp –disponível na loja oficial da Apple– é a de número 2.12.12.

Além de uma pequena janela para visualização da imagem de quem realiza a chamada [que poderá ser movida para qualquer lugar da tela], o recurso viabilizará alterações entre as câmeras traseira e dianteira do aparelho durante a ligação. Também será possível silenciar o microfone.

Nada muito diferente em relação aos concorrentes Skype e FaceTime –que já oferecem o recurso há algum tempo.

Outras novidades

A nova versão do app de mensangens, como adiantou o portal alemão, também deve trazer a opção de guias de bate-papo. Usando esse recurso –similar aos dos navegadores de internet–, o usuário pode alternar entre conversas individuais sem a necessidade de voltar para a lista de chats.

O WhatsApp também deve ganhar uma repaginada no design, com foco ainda maior na cor verde.

Vazaram na net fotos de quem usou VPN no bloqueio do WhatsApp

ZAP12Na última quinta-feira (17) o aplicativo Whatsapp estava bloqueado no Brasil. Alguns usuários burlaram a proibição por meio do VPN (Rede Virtual Privada). Esta alternativa é altamente perigosa para o sigilo de suas informações, especialmente fotos íntimas, senhas e dados bancários.

Quando se cria uma VPN, abre-se um caminho de duas mãos, ou seja, o WhatsApp passa a funcionar por ali e, ao mesmo tempo, o domínio detentor da VPN passa a ter acesso a todos os dados do aparelho.

Coincidência ou não, diversos boletins de ocorrência foram abertos nas primeiras horas desta sexta-feira (18/12/15) em delegacias de crimes eletrônicos de todo o Brasil. Fotos foram vazadas na porção mais obscura da internet, a Deep Web.

:: LEIA MAIS »

Book-Center-Itapetinga
UNOPA-LATERAL
cardioset
expor-flor3
ótica-Itapuã
banner-12
banner--engenharia
ecologicar
mineraz
17022028_1650269021949219_7964221707426653921_n
mais acessadas
gerado por GADWP 


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia