O presidente da França, Emamanuel Macron, dissolveu a Assembleia Nacional neste domingo (9) e convocou eleições legislativas antencipadas após a derrota de seu partido (REM) nas eleições do Parlamento Europeu para o partido (RN), de ultradireita, liderado por Marine Le Pen.

“Decidi devolver-vos a escolha do nosso futuro parlamentar através da votação. Estou, portanto, dissolvendo a Assembleia Nacional”, disse em anúncio. O presidente da França ainda apontou que a ascensão de nacionalistas é um perido para o continente europeu.

Agora, uma nova votação acontecerá em dois turnos, em 30 de junho (1º turno) e 7 de julho (2º turno).

A eleição para renovar o parlamento foi realizada neste domingo e a sigla de Marine Le Pen  teve 31,4% dos votos, mais que o dobro que o partido de Macron, com 15,2%.

RK