650x375_policia-civil-paralisacao-setembro-governo-do-estado-bahia_1443371Como resultado de assembleia realizada na manhã desta sexta-feira, 29, o Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Secretaria da Segurança Pública da Bahia (Sindipoc) decidiu que os policiais civis vão paralisar as atividades por 48h na próxima quinta e sexta-feira, 4 e 5 de setembro, caso o governo não tenha publicado decreto listando as promoções até a data. De acordo com o Sindpoc, a relação deveria ter sido divulgada em abril deste ano.

Ainda de acordo com o sindicato, se o governo do Estado se mantiver nesta posição de não cumprir o acordo, os trabalhadores irão se concentrar na Praça da Piedade, região central de Salvador, a partir das 9h do dia 4, para dar início à paralisação.

O presidente do Sindpoc, Marcos Maurício, destacou que o objeto de luta do sindicato é a valorização dos profissionais e da instituição, a fim de que a população tenha uma prestação de serviço com mais qualidade. “O pessoal já não suporta mais esperar, eles querem que seja dada uma deliberação quanto a isso logo, até porque é uma questão de merecimento”, ressaltou o presidente.

Os servidores protestam também contra o alto índice de assédio moral, sobrecarga de trabalho, ausência de estrutura nas unidades de polícia, crescente número de homicídios contra policiais e a desproporção salarial entre as carreiras da Polícia Civil.