00a59e1f63162adc772add02947f05b4

Uma liminar concedida pelo juiz José Fernando de Souza suspendeu o show de Wesley Safadão no São João de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com a decisão, a prefeitura do município e a Fundação de Cultura estão intimadas para tomar conhecimento e contestar a decisão do juiz, que ocorreu após a polêmica em torno do cachê recebido pelo artista para se apresentar no município.

A 1ª Vara da Fazenda Pública informou ainda que o fórum só funciona até as 18h desta quarta-feira (22) e que a prefeitura deve agravar a liminar para que ela possa ir ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). O juiz informou que a prefeitura será multada em R$ 100 mil por dia caso descumpra a decisão. A ação foi movida pelos advogados Dimitre Bezerra, Marcelo Rodrigues e Ewerton Bezerra.Safadão-748x410

A assessoria de imprensa do cantor informou que irá recorrer. Em nota, a Fundação de Cultura de Caruaru também refuta a decisão. “O entendimento do governo municipal é de que não há irregularidade ou discrepância na contratação efetuada com o artista. Por esta razão, embora não tenha sido ouvida pela Justiça, usará todos os meios legais para garantir a apresentação do cantor em função de promover o maior e melhor São João do Mundo, o São João de Caruaru, e para que a sua ausência não cause um dano irreparável à economia de Caruaru e região”.

O show de Wesley Safadão, previsto para o próximo sábado (25), no São João de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, custaria R$ 575 mil. O valor foi divulgado pela Prefeitura de Caruaru no portal da transparência. O preço do show causou polêmica, principalmente após a revelação de que o mesmo show do artista em Campina Grande, na Paraíba, marcado para 1º de julho, custará R$ 195 mil.

A diferença no cachê é de 294%, segundo apurou o TV Jornal Notícias da TV Jornal no interior. Por causa da diferença entre os valores dos shows do mesmo artista, o prefeito de Caruaru, José Queiroz (PDT), foi notificado pelo Ministério Público Federal (MPF), pelo Ministério Público do Estado de Pernambuco (MPPE) e pelo Ministério Público de Contas de Pernambuco (MPCO). Ele deverá prestar informações sobre o cachê de artistas contratados para o São João da cidade no Agreste pernambucano.

A produção da TV Jornal mostrou ainda a diferença nos cachês de outras bandas. Aviões do Forró receberá R$ 250 mil pelo show em Caruaru e R$ 195 mil em Campina Grande. O show de Elba Ramalho, na abertura do São João de Caruaru, custou R$ 190 mil e em Campina Grande, irá custar 160 mil.