lo

O ex-presidente da câmara de vereadores de Itabuna, Clóvis Loiola (PSDC), foi condenado na justiça federal há 6 anos de prisão. O mesmo era réu em uma ação penal na justiça federal.

Clóvis Loiola respondia por estelionato majorado (art. 171, § 3º) – crimes contra o patrimônio.

Em contato com o advogado Bruno Adry, um dos advogados do ex-vereador, a defesa já entrou com os embargos, e depois vão entrar com a apelação. Eles consideraram a pena excessiva, e estão trabalhando para converter restritiva de direito.

Segundo o advogado, ele considerou excessiva a aplicação  da dosimetria da pena.

Vale lembrar que Clovis Loyola recorre em liberdade , até o transito e julgado. Só executa a sentença STJ e STF analisarem uma serie de recursos.

Em outubro de 2012, Clóvis Loiola, foi preso em flagrante por policiais civis, acusado de cometer crimes como de desobediência a ordem judicial e falsidade ideológica.

O mesmo é considerado o cabeça do “Loiolagate” e acusado de participar de esquema de desvios na câmara de vereadores que, segundo o próprio, atingiram mais de R$ 5 milhões.

Com informações do Políticos do Sul da Bahia