O deputado estadual e líder do Democratas na Assembleia, Carlos Gaban, foi procurado na manhã desta segunda-feira (31), no gabinete da Liderança, pela presidente da Associação dos Defensores Públicos da Bahia – ADEP-BA, Soraia Ramos Lima, para tratar do Projeto de Lei Complementar enviado pelo Executivo, que visa alterar a Lei Complementar nº 26, de 28 de junho de 2006, que institui a Lei Orgânica da Defensoria Pública da Bahia. A pesar de um dos pontos primordiais da proposta ser os subsídios da categoria, a associação considera fundamental a convocação de novos defensores.
A preocupação da representante da categoria é com relação ao número de defensores no interior da Bahia. Segundo a presidente, a Bahia têm um déficit muito grande e o papel da associação é lutar para que a Justiça chegue para todos. “Apesar de lutarmos também por melhoria salarial, entendemos que o déficit é muito grande e já ficaríamos satisfeitos se o governador convocassem mais defensores para atender o interior da Bahia”, enfatizou Soraia.