sebrae
banner-130
engen22
mineraz
agosto 2020
D S T Q Q S S
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

:: 5/ago/2020 . 17:18

BOLSONARO DIZ QUE BRASIL VAI ENVIAR AJUDA AO LÍBANO APÓS EXPLOSÃO

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (5) que o Brasil vai enviar ajuda ao Líbano, depois que uma grande explosão na área portuária de Beirute sacudiu a capital do país na terça-feira (4).

“O Brasil vai fazer mais do que um gesto, algo de concreto, para atender, em parte, aquelas dezenas de milhares de pessoas que estão em uma situação bastante complicada”, disse Bolsonaro no final de uma cerimônia no Ministério de Minas e Energia, afirmando que ligou para o embaixador do Líbano no Brasil.

Logo em seguida, ao deixar o local, o presidente disse a jornalistas que o governo está em contato com representantes da comunidade libanesa em São Paulo para definir que tipo de ajuda será enviada. Bolsonaro adiantou apenas que há um avião cargueiro militar KC-390 à disposição para essa tarefa.

“Estamos em contato com a comunidade libanesa em São Paulo. Porque eles tem como melhor dizer o que eles precisam e o que a gente pode atender. Entrei em contato agora com o Ernesto (Araújo), com o Fernando (Azevedo e Silva) foi desde de ontem. Nós temos problemas com os meios, porque as forças armadas tiveram seus meios bastante debilitados ao longo de algumas décadas. Temos o KC 390 que podemos colocar a disposição do povo daquele país.”

“Pelo que sabemos não tem nenhum ferido grave. Por uma coincidência ontem a nossa fragata havia se deslocado para aproximadamente 10 quilômetros mar adentro. E 10 horas depois aconteceu esse episódio. E a fragata que estava lá de Bangladesh, foi totalmente destruída e a tendência é ela ser tirada de circulação.”

Uma explosão gigantesca em armazéns no porto de Beirute na terça-feira causou a morte de pelo menos 100 pessoas, feriu 4 mil e provocou ondas de choque que estilhaçaram janelas, danificaram edifícios e fizeram estremecer o chão da capital libanesa.

AF

CIDADÃO PODERÁ CONTESTAR VIA DATAPREV NEGATIVA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

O governo abriu mais um canal de comunicação para quem quiser contestar a análise do pedido de recebimento do auxílio emergencial de R$ 600, concedido para enfrentamento da crise financeira decorrente da pandemia do covid-19. Aqueles que tiveram o pedido negado podem contestar pelo site da Dataprev (clique aqui).

Esse canal, no entanto, é indicado para casos específicos, referentes a atualização de dados cadastrais. Ele pode ser usado quando uma pessoa era menor de idade e completou 18 anos recentemente; para cidadãos que eram servidores públicos ou militares, mas perderam esse vínculo com o Estado; e para pessoas que perderam o emprego e não têm direito a auxílio-desemprego ou não recebem o Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda, de acordo com a Agência Brasil.

Nesses três casos não é possível fazer a contestação pelos canais da Caixa. Esse foi o motivo da Dataprev abrir o canal. Outros canais já disponíveis, mas para contestações de outras ordens, são o site da Caixa Econômica Federal, o aplicativo Caixa – Auxílio Emergencial e a solicitação via Defensoria Pública da União (DPU).

Basta o cidadão entrar no site da Dataprev, inserir informações pessoais como: nome completo, data de nascimento, nome da mãe e CPF. Após essa etapa, aparecerá o botão de “contestação” para fazer o novo pedido.

Os processamentos e cruzamentos de dados seguirão a mesma lógica do programa. Após processamento da Dataprev, os dados são enviados para homologação (validação) dos resultados pelo Ministério da Cidadania – órgão gestor. E, por fim, são encaminhados à Caixa para pagamento. Nos casos de indeferimento, o cidadão poderá obter mais informações no portal de consultas. Essas informações explicarão porque o pedido foi negado e a legislação que embasa essa negativa.

Mais de 108,9 milhões de cadastros já foram processados pela Caixa. Ao todo, mais de 66,9 milhões de pessoas receberam o Auxílio Emergencial do Governo Federal. Segundo dados de segunda-feira (3), da Caixa Econômica Federal, 438,5 mil estão em reanálise.

AF

Comutran busca formas de levar educação para o trânsito em tempo de pandemia

No ano passado, a Semana Municipal de Trânsito marcou o início do mês de agosto em Itapetinga. Palestras, blitz educativas e ações que buscavam formar um trânsito seguro eram desenvolvidas pela Comutran a fim de explicar a importância da ação de cada um para a segurança de todos.

Este ano, no entanto, por conta da pandemia do coronavírus, a equipe não poderá ir para as ruas abordar motoristas e pedestres para passar importantes informações. As crianças também não terão as noções básicas da educação no trânsito através da mini cidade. As pessoas não poderão se reunir para ouvir palestras que sempre foram além de informações sobre o trânsito e falavam sobre educação social.

“Estamos vivendo um momento difícil que exige cautela, mas não poderíamos deixar de vivenciar, de alguma forma, essa semana municipal do trânsito. Por isso, estamos elaborando uma campanha através das mídias sociais e demais veículos de comunicação. A ideia é marcar a data mas, principalmente, fazer com que a população não se esqueça de que precisamos da ação de todos para a formação de um trânsito seguro e organizado”, afirmou Claudio Souza, Coordenador da Comutran.

RK

Sobe número de óbitos por coronavírus em Itapetinga

Itapetinga perde mais duas pessoas para a covid-19. Uma mulher de 40 anos e um homem de 74 anos faleceram nesta terça-feira, vítimas do coronavírus.

Ambos apresentaram sintomas como febre, tosse, dificuldade respiratória, mialgia e cefaleia Ela foi internada no Hospital Geral de Vitória da Conquista. Ele estava na Unidade de Retaguarda do município, foi transferido por UTI aérea para Salvador. Todo o cuidado não foi suficiente para mantê-los em vida.

Itapetinga hoje registra 28 mortes por covid-19. 658 pessoas estão curadas.

RK

VACINA DA NOVAVAX CONTRA COVID-19 MOSTRA RESULTADOS POSITIVOS

A vacina contra a covid-19 que está sendo desenvolvida pela empresa americana Novavax mostrou uma resposta imune positiva, apesar de ter gerado efeitos colaterais moderados na maioria dos participantes, informou a própria companhia em comunicado.

Os dados da vacina experimental ainda fazem parte dos testes clínicos das fases 1 e 2, e portanto são muito preliminares. Além disso, eles foram publicados, mas ainda não revisados pela comunidade científica.

Os testes foram realizados em 130 voluntários saudáveis, e todos os que receberam a vacina, e não o placebo, desenvolveram anticorpos contra o coronavírus Sars-CoV-2, causador da covid-19.

A resposta mais positiva foi naqueles que receberam duas doses com três semanas de intervalo, pois desenvolveram quatro vezes o nível de anticorpos dos pacientes que haviam se recuperado da doença.

Cerca de 80% dos voluntários — recrutados na Austrália — que receberam a vacina desenvolveram efeitos colaterais, especialmente dores, e 60% tiveram dores de cabeça e musculares. Oito deles sofreram efeitos “severos”, mas se recuperaram em poucos dias e não precisaram ser hospitalizados.

Os resultados são promissores, mas como os de outras empresas farmacêuticas e de biotecnologia que se juntaram à corrida para encontrar a vacina contra a covid-19, eles ainda não são conclusivos.

Moderna, AstraZeneca-Oxford e Pfizer são companhias que já estão trabalhando para recrutar 30 mil voluntários cada uma para iniciar a fase 3 e definitiva de testes clínicos que determinarão a eficácia e segurança da vacina e permitirão que os órgãos reguladores autorizem a produção em massa.

A Novavax, uma pequena empresa farmacêutica do estado de Maryland, recebeu US$ 1,6 bilhão para trabalhar no desenvolvimento de vacinas da chamada “Operação Warp Speed” do governo dos EUA.

“Os dados da Fase 1 mostram que a NVX-CoV2373 é uma vacina para covid-19 bem tolerada, com um perfil imunogenético robusto”, disse o presidente da Novavax, Gregory Glenn, no comunicado.

A Novavax anunciou que está pronta para se preparar para os testes críticos da fase 3 da vacina e para ter a capacidade de produzir 100 milhões de doses assim que receber autorização para distribuí-la à população.

AF



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia