sebrae

banner-130
engen22
mineraz

:: mar/2014

Flamengo: Passo rumo ao adeus: sem brilho, Cadu acerta pouco e é substituído

Mudança de estratégia com gol sofrido no início prejudica a sua atuação, mas Carlos Eduardo não se encontra na derrota para o Bolívar e acerta apenas dois cruzamentos

Carlos Eduardo, Bolivar x Flamengo (Foto: Alexandre Vidal/Fla Imagem)

Carlos Eduardo não atuava como titular havia dois meses. Nesta quarta-feira, ele recebeu a chance de iniciar um jogo no confronto com o Bolívar, na altitude de 3.600m de La Paz, pelo Grupo 7 da Taça Libertadores. E num duelo encarado como decisivo pelo Flamengo, o camisa 20, que tinha a missão de ditar o ritmo da equipe, teve apenas dois bons lançamentos para marcar a sua atuação. Na maior parte do tempo, a participação foi discreta no meio do campo, com erros de passe até mesmo de curta distância.

Durante os treinamentos realizados em Santa Cruz de la Sierra, Carlos Eduardo se mostrou animado com a chance recebida. Disse que iria encarar o jogo como uma guerra. Mas não teve papel decisivo no combate perdido pelo Rubro-Negro por 1 a 0.

Em sua defesa, o pênalti cometido por Samir nos primeiros minutos mudou completamente a história do jogo. Inicialmente, Carlos Eduardo seria utilizado como arma para segurar a bola no ataque e esperar a chegada dos companheiros para povoar o ataque rival. No entanto, como o Bolívar passou a jogar em contra-ataques, sua participação foi extremamente discreta, com raras aparições.

Pacotão do Timão: show de Luciano, erro do árbitro e pixotada do rival

O Corinthians venceu o Bahia de Feira por 2 a 0, nesta quarta-feira, no estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA), e se classificou para a segunda fase da Copa do Brasil sem precisar do jogo de volta. O placar poderia ter sido mais elástico, não fosse erro da arbitragem ao marcar impedimento inexistente de Luciano no primeiro tempo. Mas o atacante respondeu com gols. Fez os dois da vitória (Cleber ainda marcou um, anulado corretamente) e garantiu o resultado para o Timão.

O jogo começou muito disputado, com várias divididas e discussões. Uma delas foi do volante Guilherme, do Timão, com Joedson, do Bahia de Feira. O corintiano não gostou de uma falta sofrida no meio de campo e se desentendeu com o rival, mas logo os ânimos se acalmaram. Nenhum dos dois foi advertido com cartão amarelo.

O Corinthians garantiu a classificação nos últimos minutos, mas a vaga poderia ter sido conquistada com menos dificuldades, não fosse um erro do trio de arbitragem. Ainda no primeiro tempo, o auxiliar marcou impedimento inexistente de Luciano, em lance que o atacante sairia livre na frente do goleiro. O erro gerou reclamações do técnico Mano Menezes.

 

 

Hilux capota na rodovia Itapetinga a Macarani

Um veículo Toyota Hilux saiu da pista e capotou várias vezes e só parou após bater contra um barranco na rodovia que liga os municípios de  Itapetinga e Macarani. O acidente aconteceu na altura do quilômetro 38, da BA- 130.

O carro era conduzido por Fábio Pereira Santos, de 30 anos, e tinha como carona José Marcos Pinheiro de Oliveira, idade desconhecida, e que ficou preso no veículo, sendo socorrido pelo Samu-192 para o pronto socorro do Hospital Cristo Redentor,  com suspeita  de fratura na coluna cervical. Posteriormente, o passageiro foi transferido para o hospital de Vitória da Conquista. O motorista sofreu apenas  ferimentos leves.

 

 

 

“Nunca bati em Scheila”, diz Compadre Washington

Colhendo os frutos do bordão ‘Sabe de nada, inocente’, Compadre Washington, aos 52 anos, mantém a popularidade e se sobressai do grupo “É o Tchan”. Nesta manhã (20), ele deu um show de simpatia e sinceridade no programa de Zé Eduardo na rádio Metrópole e ainda falou sobre assuntos delicados, como a relação que teve com Scheila Carvalho. Na época, ele foi acusado de ter agredido a moça, hoje casada com Tony Salles.
“Nunca bati em Scheila. Éramos um casal e brigávamos como qualquer outro. Acabou porque eu sou muito galinha e ela descobriu. Sabia de nada a inocente”, disse aos risos.
Falando em ‘inocente’, Cumpadi deu detalhes de como criou o bordão para a marca de um site. “Eles fizeram uma pesquisa sobre quem gostariam de ver no comercial e eu fui escolhido com 90%. O diretor disse que era pra eu ficar à vontade e eu fui largando o verbo. Falei ‘mainha’, ‘danadinha,’ ‘mizeravona’, fiquei à vontade mesmo. E o ‘inocente’ saiu espontaneamente. Fiquei quase duas horas falando e ele captando o que seria melhor”, contou, para em seguida dizer que o cachê foi “razoável”.
Postado por KELVES AZEVEDO

Bahia é o estado com o maior déficit de professores

 

Um levantamento do ensino médio realizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) revela que a Bahia é o estado com o maior déficit de professores qualificados em todo o Brasil. Para suprir a carência seria necessário contratar 6.931 profissionais com formação específica nas 12 áreas do conhecimento que compõem o arco de disciplinas obrigatórias do antigo segundo grau. O número corresponde a 21% do total registrado no país – 32.738.
É ainda quase duas vezes maior que o de Minas Gerais, segundo colocado no ranking, com déficit de 3.962 docentes. Em seguida, vêm Amazonas (2.069), Pará (2.024) e São Paulo (1.792). Na outra ponta da tabela, está o Distrito Federal, que só precisaria preencher 60 vagas. O resultado, divulgado ontem, integra o relatório final da auditoria feita ano passado pelo TCU, com apoio de 28 tribunais estaduais.
De acordo com os dados compilados pelo TCU, o déficit de professores com formação específica na Bahia é maior em Física (1.090). Foram registradas carências altas em Português (809), Língua Estrangeira (790), Química (616) e Biologia (520).
A radiografia do TCU deixa a Bahia no topo do ranking dos estados com maior quantidade de professores sem formação específica atuando no ensino médio: 15.823. Quantidade quase cinco vezes superior a de Santa Catarina (3.308), que ficou em segundo.
Postado por KELVES AZEVEDO

 

 

Carandiru: Condenação de dez policiais soma 968 anos de prisão

Carandiru: Condenação de dez policiais soma 968 anos de prisão

Foto: Agência Estado
Dez policiais militares do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foram condenados a um total de 968 anos de prisão pela morte dos presos do quarto andar do Pavilhão 9 do Carandiru, em 2 de outubro de 1992.
A decisão foi proferida pelo juiz Rodrigo Tellini às 19h15 desta quarta-feira (19). Enquanto nove PMs tiveram cada um pena de 96 anos, um deles foi condenado a 104 anos de reclusão por maus antecedentes.
Inicialmente, a acusação era de que os policiais eram responsáveis pela morte de 10 dos 111 detentos mortos no massacre, mas, ao fim do julgamento, os jurados consideraram a culpa por oito homicídios, devido ao pedido de absolvição por duas mortes feito pelo Ministério Público na terça-feira (18).
Apesar da defesa de que os policiais não tinham alternativa a não ser entrar no terceiro andar – e não no quarto, como diz a acusação – atirando, a sentença foi baseada na tese de que os policiais do Gate agiram no quarto andar com abuso de violência.
“Não confundam estrito cumprimento do dever legal com agir arbitrariamente e de forma ilegal”, pediu o promotor Márcio Friggi aos jurados do caso.
O julgamento do massacre do Carandiru foi dividido com base nos andares do Pavilhão 9, onde ocorreram os crimes.
No ano passado, foram condenados 48 policiais da Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), pelo 1º e 2º andar, que recorrem da decisão em liberdade. Com informações do jornal Folha de São Paulo.

Mágoa é pouco: Nilo se emociona em entrevista e diz que pode apoiar oposição

O deputado Marcelo Nilo (PDT) afirmou na manhã desta quinta-feira (20) que se o seu partido decidir apoiar a oposição na Bahia (PSDB, PMDB e DEM), ele não vai se opor. A decisão veio após a confirmação de que o vice da chapa do PT é o deputado João Leão (PP). Muito magoado, o pedetista concedeu entrevista à rádio Tudo FM e se demonstrou ultrajado por saber, depois de quatro meses, quem era o escolhido de Wagner.
“Se tivessem me contado antes tudo bem. Mas, não… Toda vez em que eu perguntava, ele dizia que estava trabalhando por mim. Por incrível que pareça, ontem mesmo ele me disse que não tinha nada confirmado. É querer brincar comigo, na idade que já tenho”, acredita.
 Nilo reafirmou que vai seguir a decisão do partido e que não vai interferi nos votos nem da família. “Minha mulher e minhas filhas vão votar em Lídice da Mata”, contou ele, para completar que foi cogitado pela oposição, mas não aceitou os pedidos por lealdade ao governador. “Recebi telefonema de Geddel, Paulo Azi, Lídice, todos os deputados da oposição… Eu sei que o PDT gostaria de apoiar ACM Neto e eu disse que não aceitaria. Mas, agora, não vou vetar”, garantiu.
Ainda durante a entrevista, um dos radialistas questionou ao deputado se foi verdade que João Leão sugeriu a Nilo que deixasse a Assembleia Legislativa e desse espaço para alguém do partido. Em troca, ele teria a vaga de vice no lugar de Leão. “Tribunal quem decide sou eu. Não terá nenhum apoio meu para a vaga no tribunal. Ele foi me levar no elevador e disse que eu podia renunciar e eu respondi que eu não quero ser Waldir Pires que renunciou pra ser vice e até hoje é julgado pela sociedade”.
Nilo ainda questionou do governador o nível de amizade que eles têm. Segundo o deputado, Wagner teria dito que a lealdade de Leão é a mesma que a dele. “Minha lealdade não é idêntica a de João Leão como ele disse em público. Ele mudou de lado mais de 10 vezes”, contou.

CPI da Telefonia pedirá que Oi, Tim e Vivo suspendam vendas de internet móvel

CPI da Telefonia pedirá que Oi, Tim e Vivo suspendam vendas de internet móvel

Foto: Getty Images
A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) vai pedir que as operadoras Oi, Tim e Vivo suspendam as vendas de pacote de internet móvel no estado.
A solicitação, que será feita pelo relator da comissão, o deputado Joseildo Ramos (PT), e colocada em votação na próxima semana pelo presidente da CPI, Paulo Azi (DEM), se deve o descumprimento, por parte das três empresas, das determinações da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), de acordo com o informado pelo próprio órgão em oitiva realizada nesta quarta-feira (19).
O gerente regional da Anatel, Fernando Ornelas, afirmou que as empresas já foram advertidas a solucionar os problemas da transmissão de dados e que, em abril, Salvador terá 100% de cobertura do sinal 4G.
Ele ainda informou que 87% dos celulares usados no estado são pré-pagos, com liderança da Claro, única a não ser alvo da ação da CPI, que detém 30% do mercado. Dos municípios baianos, Salvador tem a maior quantidade em números de aparelhos no Brasil.
A comissão ingressará com representação no Ministério Público Estadual e Federal, que poderá resultar em uma ação civil pública para o cancelamento do contrato de concessão das operadoras.

Mudanças no Asa de Águia: Durval vai para carreira solo

Após mais de duas décadas, a banda Asa de Águia pode sofrer uma radical mudança. Tudo porque a Duma Produções Artísticas – que pertence a Marcelo Brasileiro, empresário e sócio da banda-, estaria encerrando suas atividades.

Fontes ligadas ao Bocão Newsgarantem que para não prejudicar os músicos, os advogados de um dos maiores ícones do axé baiano, Durval Lélys, ofereceram um valor para indenizar os artistas, que não aceitaram a proposta inicial.

Até que o impasse seja resolvido, alguns shows da banda foram adiados. Entretanto, Durval já estaria se apresentando em carreia solo.  Entre os eventos aparecem o show que ele vai fazer no Vila Serrana, em Gravatá, no próximo dia 19 de abril, e também no aniversário de Salvador, no dia 30 de março.

O departamento jurídico do artista informou a reportagem que está acontecendo apenas uma “reestruturação” do grupo.

Criança de dois anos fica ferida durante ação policial em Lauro de Freitas

Uma criança não identificada, de dois anos, ficou ferida na cabeça na noite desta quarta-feira (19), na localidade de Lagoa da Base na região da Vila Praiana em Lauro de Freitas.

Segundo moradores, a menina foi baleada de raspão na cabeça e a mãe no ombro durante uma troca de tiros entre policiais e bandidos. Ambas foram socorridas para o Hospital Menandro de Faria.

De acordo com informações não oficiais da polícia, a criança não foi ferida por arma de fogo e sim por uma queda que tomou ao ser esbarrada por um bandido em fuga. As informações ainda dão conta de que a criança e a mãe já receberam alta do hospital.

Moradores realizaram um protesto na Avenida Amarílio Thiago, via principal que liga o centro da cidade a praia de Ipitanga, por volta das 20h30 e o local foi desobstruído por volta das 22 horas.

“A lealdade perdeu para a chantagem”, afirma Nilo sobre Wagner

Azedou de vez a relação do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo, do PDT, e o governador da Bahia Jaques Wagner (PT). Depois da confirmação do deputado federal João Leão (PP), para compor a chapa majoritária governista no posto de vice, o pedetista resolveu externar a revolta.

Em entrevista na manhã desta quinta-feira (20), para o apresentador Adelson Carvalho, na Rádio Sociedade da Bahia, Marcelo Nilo afirmou que depois da decisão petista pensou em deixar a política. Visivelmente revoltado com a postura do ‘amigo’ Wagner o parlamentar desabafou: “Ele (João Leão) foi escolhido porque a lealdade perdeu para a chantagem”.

A afirmação tem como pano de fundo a ameaça que o PP teria feito ao PT para que os pepistas deixassem de apoiar o PSB do pré-candidato a Presidência da República Eduardo Campos, que na Bahia tem na senadora Lídice da Mata a representante da sigla.

Nilo voltou a reafirmar que o PDT é maior que o PP e cobrou justificativa plausível para o critério de escolha, já que em sua ótica todos os aliados, exceto o vice-governador e pré-candidato ao Senado pelo PSD, Otto Alencar, que confidenciou a preferência por Leão, estavam ao seu lado e torciam por sua escolha.

“Rui Costa disse no café da manhã que teve em minha casa que Otto acha Leão mais forte do que eu. Respeito. Mas eu perguntei no café da manhã que tive com Wagner quem mais achava Leão mais forte. Pedi para ele me contar, mas não teve resposta. O critério foi: o nome do candidato tem que começar com L e ser um bicho feroz (Leão)”, afirmou.

Consternado, o parlamentar disse que foi desconsiderado por quem foi fiel. Que comeu o que o diabo amassou e durante todo o processo não fez jogo sujo com ninguém. De acordo com o presidente, para provar a lealdade ele autorizou a entrada do exército e da Polícia Federal na Assembleia quando a Casa foi ocupada por militares na greve de 2012. Também autorizou a retirada dos professores durante a greve da categoria que durou mais de 100 dias. “Fiz tudo isso em lealdade a Wagner e ao projeto político que eu acreditava. Pago um preço caro por isso até hoje”.

Sobre a relação entre o escolhido João Leão e o pré-candidato Rui Costa, ele garante que no passado não era muito boa. “Ele (Leão) falou coisas sobre Rui que são impublicáveis. Só não falo isso aqui por respeito aos ouvintes da Rádio Sociedade. São palavras impublicáveis”.

Já quando o assunto é a amizade que nutri por Wagner – que batizou as filhas dele -, Nilo o chama de compadre e diz que espera que o afeto pessoal não seja abalado, mas garantiu que politicamente falando a consideração não será a mesma e que o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, está decepcionado e vem a Bahia na próxima semana para costurar com o presidente estadual, deputado Félix Mendonça Jr., os rumos da eleição.

Por fim, se mostrou decepcionado por ter tomado café da manhã com Wagner e ter escutado do governador que a decisão não estava tomada, e no mesmo o dia saber por meio da imprensa que o petista já tinha tomado a decisão e o nome, como previsto, foi o do pepista Leão.

“Me senti usado por quatro meses. Acho que fui desconsiderado como ser humano, como político, como deputado. Estou pasmo e surpreso. Não estou dizendo que vou mudar de lado, mas a relação nunca mais será a mesma”, disse ao afirmar que vai ser candidato a reeleição para o posto de deputado estadual e a decisão sobre quem vai apoiar só sairá depois da copa do Mundo de Futebol, em junho.

Policiais flagrados em imagens arrastando corpo de mulher devem sair ilesos

Promotor é favorável à soltura dos três PMs que ‘socorreram’ Cláudia em favela de Madureira

ADRIANA CRUZ E VANIA CUNHA

Rio – Os três policiais militares flagrados em imagens arrastando a auxiliar de serviços gerais Cláudia Ferreira da Silva, de 38 anos, por ruas da Zona Norte, domingo, devem sair ilesos do episódio. Ela foi jogada no porta-malas da viatura, que abriu, e ficou presa pela roupa.

Ontem, o promotor Paulo Roberto Mello Cunha Júnior, do Ministério Público que atua junto à Auditoria de Justiça Militar, opinou favorável ao pedido de liberdade dos acusados feito pelos advogados. A juíza Ana Paula Figueiredo vai decidir sobre a expedição dos alvarás de soltura hoje. Ontem, os militares prestaram depoimento na 29ª DP (Madureira).

Alex Sandro (à frente) e Adir chegam para depor na 29ª DP, ontem à tarde

Foto:  João Laet / Agência O Dia

De acordo com o promotor, os PMs foram presos em flagrante com base no artigo 324 Código Penal Militar, que fala apenas do descumprimento de regras que prejudiquem à administração militar. “Nesse caso, a denúncia tem que ser feita no prazo de cinco dias. Mas só poderia opinar pela prisão, se fosse denunciá-los. No entanto, para isso seria necessário que o crime estivesse especificado”, explicou o promotor Paulo Roberto.

Ele sustenta que a investigação precisa identificar ainda se Cláudia estava viva no momento em que foi colocada na caçamba na viatura. “Se estava com sinais vitais, houve transgressão disciplinar pela maneira como foi colocada. Se ela estava morta, não há crime, mas eles podem responder por fraude processual por não ter preservado o local”.

O promotor enfatiza ainda que é preciso apurar também se Claudia estava viva quando foi arrastada pelas ruas. “Se ela apresentava sinais vitais, há o crime de lesão corporal. Mas, se estava morta, eles não cometeram nenhum crime”, afirma. Isso porque a lei não prevê lesão corporal contra cadáver.

Para Paulo Roberto, outra questão importante é apontar o responsável pelo disparo que atingiu a vítima. Segundo laudo do Instituto Médico-Legal, ela morreu por causa de um tiro que perfurou o pulmão e o coração.

Ontem, os policiais repetiram na 29ª DP o mesmo depoimento prestado na 2ª Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM). Alegaram que colocaram a mulher no porta-mala porque os moradores cercaram a viatura e precisavam prestar socorro o mais rápido possível.

Entenda a opinião do promotor 

No momento em que Cláudia foi colocada na caçamba, os policiais podem responder por transgressão disciplinar pela maneira como a vítima foi socorrida. Ou seja, a punição é apenas administrativa e imposta pela Polícia Militar. Mas não respondem a crime previsto em lei.

O governador Sérgio Cabral conversou por cerca de uma hora com os familiares de Cláudia Ferreira da Silva

Foto:  Severino Silva / Agência O Dia

Por arrastá-la por ruas da cidade, os policiais podem responder pelo crime de lesão corporal. No Código Penal Militar, o artigo 209 prevê pena de três meses a um ano, para lesão corporal leve, e de até oito anos para casos graves.

Para esclarecer se ela estava viva, o Ministério Público que atua junto à Auditoria de Justiça Militar, além de analisar o laudo cadavérico, deve ouvir o perito responsável.

Versão de advogado de PMs diverge da investigação

Segundo o advogado José Ricardo Brito, os PMs Rodrigo Medeiros Boaventura e Zaqueu de Jesus Bueno, que participavam da ação no Morro da Congonha, disseram que não tinha como os tiros dados por ele atingirem Cláudia, porque ela estava em uma curva e, da posição deles, não tinha visão da posição dela.

No entanto, investigadores disseram já saber, com base no ferimento, que a vítima foi baleada por tiro de fuzil 7.62. Eles ainda informaram ontem que, pelo ângulo onde os policiais militares estavam posicionados na operação, os militares poderiam ter atirado em Cláudia. Todas as armas dos PMs foram periciadas.

Às vésperas da reserva

A ação que matou Cláudia seria a última operação do subtenente Rodney Miguel Archanjo. Segundo o defensor dele, Jorge Carneiro, o militar pediria passagem para a reserva (aposentadoria) no dia seguinte. “Ele estava preparando um churrasco em comemoração”, disse Jorge.

Hoje, outros três militares que participaram da ação serão ouvidos na 29ª DP: o cabo Gustavo Meirelles, e os sargentos Ricardo Morgado e Paulo Henrique. Parentes da vítima prestarão depoimento.

Segundo a Polícia Civil, Rodney responde por três autos de resistência; Adir Serrano Machado, por 13; e Alex Sandro da Silva Alves não tem esse tipo de anotação. Outro morto na ação — registrado como auto de resistência — foi identificado como Willian dos Santos Possidônio, 16 anos.

Colisão entre uma ambulância e uma Hilux mata uma pessoa e deixa três feridas na BR-101

Na noite desta terça-feira, 18 de março, por volta das 22h40, um acidente envolvendo uma ambulância do município de Caravelas e uma Pick-up Toyota Hilux deixou 03 feridos e um morto, na BR 101, Km 896, na famosa Curva da Tarifa.

A vítima fatal foi identificada como sendo, João Quaresma, conhecido como “Joãozinho”, 47 anos de idade. Joãozinho conduzia uma ambulância Fiat Fiorino, de placa policial JRC 5493 (licenciado de Alcobaça/BA).Apesar de a placa policial ser do município de Alcobaça, o motorista era concursado e prestava serviços para a Prefeitura Municipal de Caravelas, no Distrito de Rancho Alegre.Além do motorista, na ambulância havia mais três passageiros, sendo duas mulheres e um homem.

Conquista: Caminhão bate em muro da TV Sudoeste

                                         

 

Na manhã de hoje (quarta-feira) foi registrado um acidente na Rua dos Fonsecas, no centro de Vitória da Conquista. O motorista perdeu o controle do veículo e acabou atingindo o muro da TV Sudoeste. Apesar do susto, ninguém ficou ferido.O caminhão estava transportando parte do equipamento para o sinal digital da emissora. Devido ao acidente, a rua foi interditada por agentes de trânsito da prefeitura.

Postado por KELVES AZEVEDO

Renato Aragão deixa hospital após infarto

Renato Aragão deixa hospital após infarto

O humorista Renato Aragão recebeu alta do Hospital Barra D’Or nesta quarta-feira (19), após sofrer um infarto agudo do miocárdio. O ator deixou o local acompanhado pela mulher, Lílian Aragão, e mandou beijos para os fãs que o aguardavam. Famoso por interpretar o personagem Didi Mocó, o artista teria passado mal após a festa de 15 anos da flha Lívian na última sexta (14). Em entrevista à apresentadora Ana Maria Braga na segunda-feira (17), Renato agradeceu o carinho do público. “Quero aproveitar para mandar um beijo para todo o meu público, que me ligou, rezou por mim. Vou ter que ter três corações para agradecer a todos”, disse.

Postado por KELVES AZEVEDO



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia