sebrae
banner-130
engen22
mineraz
setembro 2021
D S T Q Q S S
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

:: 23/set/2021 . 11:43

CHINA ALERTA GOVERNOS LOCAIS PARA POSSÍVEL COLAPSO DA EVERGRANDE

Dívidas da Evergrande superam R$ 1,6 trilhão

Autoridades da China estão pedindo a governos locais que se preparem para o eventual colapso da Evergrande, gigante do setor imobiliário chinês que enfrenta graves problemas de liquidez, segundo fontes com conhecimento do assunto, sinalizando relutância de resgatar a empresa e na tentativa de evitar efeitos secundários de sua crise.

As fontes caracterizaram a iniciativa como “preparação para uma possível tempestade”, com o argumento de que agências de governos locais e empresas estatais foram instruídas a intervir apenas em último caso se a Evergrande não conseguir superar suas dificuldades de forma ordenada.

Segundo as fontes, governos locais foram incumbidos com a tarefa de prevenir turbulência e mitigar efeitos de contágio para compradores de imóveis e para a economia de forma geral, restringindo cortes de empregos, por exemplo, cenário que se torna cada vez mais provável à medida que a situação da Evergrande se agrava.

A Evergrande tem uma série de pagamentos de bônus a honrar nas próximas semanas, incluindo juros sobre bônus externos que vencem nesta quinta-feira (23). O valor total da dívida supera R$ 1,6 trilhão (US$ 300 bilhões).

Os governos locais também receberam a tarefa de reunir grupos de contadores e peritos legais para examinar as finanças das operações da Evergrande em suas respectivas regiões, discutir com incorporadoras locais a possibilidade de assumir projetos imobiliários locais e criar equipes para monitorar eventuais distúrbios públicos e protestos, dizem as fontes.

Porta-vozes da Evergrande e do gabinete chinês, conhecido como Conselho Estatal, não responderam imediatamente a pedidos para comentar o assunto.

RK

MUNICÍPIOS DA BA VÃO DEVOLVER LOTES DE CORONAVAC INTERDITADOS; 4 MIL DOSES FORAM APLICADAS

Municípios da BA vão devolver lotes de Coronavac interditados; 4 mil doses foram aplicadas

Os municípios baianos serão acionados pelas regionais de saúde para que devolvam doses da vacina contra Covid-19 Coronavac interditadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O órgão sanitário divulgou nesta quarta-feira (22) uma determinação para recolhimento dos 25 lotes da vacina CoronaVac (veja aqui) que foram interditados de forma cautelar no início de setembro (leia mais aqui). Dessas remessas, três tiveram a Bahia como destino.

A Bahia recebeu doses dos lotes interditados, distribuiu a 294 municípios e algumas chegaram a ser aplicadas. De acordo com a Secretaria da Saúde, 4.161 doses destes lotes da vacina foram usadas. A pasta destaca que a remessa foi interditada posteriormente a distribuição. A informação foi divulgada inicialmente pelo jornal Correio e confirmada pelo Bahia Notícias junto à Sesab.

Havia expectativa por parte da Secretaria da Saúde baiana de que as doses fossem “desinterditadas” e que assim não fosse necessária a devolução. Mas, diante da decisão da Anvisa, foi solicitado que os municípios prestem contas e devolvam os lotes e registrem no sistema nominal as doses aplicadas. 

INTERDIÇÃO

A Anvisa informa que a decisão foi tomada após a constatação de que os dados apresentados pelo laboratório não comprovam a realização do envase da vacina CoronaVac em condições satisfatórias de boas práticas de fabricação.

A CoronaVac é produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceira com o Instituto Butantan.

RECOLHIMENTO
De acordo com a agência, caberá aos importadores a adoção de todos os procedimentos para o efetivo recolhimento das unidades restantes e remanescentes de todos os lotes interditados cautelarmente.

O recolhimento se aplica apenas aos lotes que foram envasados em local não inspecionado pela agência e que não consta da AUE da vacina CoronaVac. A vacina Coronavac permanece autorizada no país.

RK

IR: RECEITA LIBERA CONSULTA A QUINTO LOTE DE RESTITUIÇÃO NESTA QUINTA-FEIRA

IR: Receita libera consulta a quinto lote de restituição nesta quinta-feira

A partir das 10h desta quinta-feira (23) a Receita Federal libera as consultas ao quinto lote de restituição do Imposto de Renda 2021, relativo ao ano-base 2020. As consultas poderão ser feitas na página da Receita na internet e no aplicativo da Receita para tablets e smartphones.

A restituição será paga em 30  de setembro diretamente na conta bancária informada na declaração do IR. Segundo a Receita Federal,  358.162 contribuintes receberão a restituição no quinto lote, entre prioritários e não prioritários. O valor total a ser pago é de R$ 562 milhões.

Estão no quinto lote de restituições idosos acima de 80 anos (4.955); contribuintes entre 60 e 79 anos (47.465); contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave (4.927); contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério (19.211). Segundo a Receita Federal, estão no lote, ainda, 281.604 contribuintes não prioritários.

RK

BRASILEIROS SÃO OS QUE MAIS VALORIZAM VACINAÇÃO, MOSTRA ESTUDO

O Brasil é o país que mais valoriza a imunização entre oito nações estudadas em um levantamento global feito pelas empresas GSK e Kantar. Segundo o levantamento, o índice de brasileiros que consideram importante manter a vacinação em dia ficou em 83%.

A vacinação é valorizada por 67% dos canadenses; 65% dos italianos; e 64% dos japoneses.

A pandemia de covid-19 aumentou a valorização da vacinação entre os brasileiros. Antes da pandemia, 59% deles consideravam importante manter essa prática em dia, percentual que pulou para 83% após a chegada do novo coronavírus.

Entre os brasileiros ouvidos, 49% defendem mais informações sobre a imunização, com explicações sobre quais vacinas são recomendadas pelas autoridades de saúde, por quais razões e com quais benefícios.

O aumento da consideração do papel da vacinação também ocorreu em outros países com a pandemia. Na Itália, o percentual saiu de 32% para 65%, entre os período anterior e posterior à pandemia. No Japão, o índice foi de 30% para 64%.

No levantamento sobre imunização, foram entrevistadas em julho e agosto, 16 mil pessoas com mais de 50 anos no Brasil, Reino Unido, na Espanha, Itália, França, Alemanha, nos Estados Unidos e no Canadá.

Os brasileiros ouvidos também foram os que mais destacaram a importância da saúde e do bem-estar, com 85%. Em seguida, aparecem os italianos, com 84%, e os alemães, com 80%.

Entre os brasileiros consultados, 88% relataram ter feito exames de rotina nos últimos cinco anos.

O levantamento mostra uma diferença de gênero quanto ao reconhecimento da relevância da saúde. No conjunto dos entrevistados de todos os países, a preocupação foi mencionada por 81% das mulheres e por 71% dos homens.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia